Vaticano irá bloquear o Twitter durante o conclave para eleger o novo Papa

Por Redação | 19 de Fevereiro de 2013 às 12h30

O Vaticano anunciou nesta terça-feira (19) sua decisão de bloquear o Twitter durante o conclave que irá eleger o novo Papa, que ainda não possui data definida para ser realizado. Ao todo, nove cardeais (entre os 117 membros que participarão do conclave) utilizam o microblog. As informações são do jornal A Folha de S. Paulo.

Entre os cadeais que utilizam a ferramenta estão Gianfranco Ravasi (@CardRavasi), Angelo Scola (@angeloscola), Luís Martínez Sistach (@sistachcardenal), Timothy Dolan (@CardinalDolan), Roger Mahony (@Cardinalmahony), Séan Patrick O'Malley (@CardinalSean), Odilo Scherer (@DomOdiloScherer), Rubén Salazar Gómez (@cardenalrubem) e Wilfrid Napier (@CardinalNapier).

Por enquanto, os cardeais continuam usando o Twitter dentro do Vaticano e somente ontem (18) Gianfranco Ravasi publicou mais de 20 mensagens na rede social. O atual Papa, Bento XVI, entrou para a rede social em dezembro do ano passado e conta com mais de 2,5 milhões de seguidores divididos em suas oito contas – o Pontífice ainda não se pronunciou sobre sua renúncia no Twitter.

Além do bloqueio do Twitter, o Vaticano declarou que irá anunciar a escolha do novo Papa usando uma fumaça virtual através do aplicativo 'The Pope App', também lançado no último ano.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.