Vaticano irá bloquear o Twitter durante o conclave para eleger o novo Papa

Por Redação | 19 de Fevereiro de 2013 às 12h30
TUDO SOBRE

Twitter

O Vaticano anunciou nesta terça-feira (19) sua decisão de bloquear o Twitter durante o conclave que irá eleger o novo Papa, que ainda não possui data definida para ser realizado. Ao todo, nove cardeais (entre os 117 membros que participarão do conclave) utilizam o microblog. As informações são do jornal A Folha de S. Paulo.

Entre os cadeais que utilizam a ferramenta estão Gianfranco Ravasi (@CardRavasi), Angelo Scola (@angeloscola), Luís Martínez Sistach (@sistachcardenal), Timothy Dolan (@CardinalDolan), Roger Mahony (@Cardinalmahony), Séan Patrick O'Malley (@CardinalSean), Odilo Scherer (@DomOdiloScherer), Rubén Salazar Gómez (@cardenalrubem) e Wilfrid Napier (@CardinalNapier).

Por enquanto, os cardeais continuam usando o Twitter dentro do Vaticano e somente ontem (18) Gianfranco Ravasi publicou mais de 20 mensagens na rede social. O atual Papa, Bento XVI, entrou para a rede social em dezembro do ano passado e conta com mais de 2,5 milhões de seguidores divididos em suas oito contas – o Pontífice ainda não se pronunciou sobre sua renúncia no Twitter.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Além do bloqueio do Twitter, o Vaticano declarou que irá anunciar a escolha do novo Papa usando uma fumaça virtual através do aplicativo 'The Pope App', também lançado no último ano.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.