Facebook vai pagar usuários que foram utilizados em suas propagandas

Por Redação | 10.10.2012 às 18:31

O Facebook pode ter que pagar US$ 10 (cerca de R$ 20) para os usuários que apareceram no serviço 'Histórias Patrocinadas' - aquelas propagandas exibidas em uma barra lateral à direita da página - da rede social sem a sua permissão.

De acordo com informações divulgadas pela Wired, o Facebook propôs ao juiz Richard Seeborg, que está cuidando do caso, o pagamento de uma indenização total no valor de US$ 20 milhões (cerca de R$ 40 milhões), que devem ser divididos entre os usuários, entidades defensoras da privacidade online e os advogados envolvidos na ação.

No dia 25 de outubro haverá uma nova audiência para discussão do caso, que começou por volta de maio deste ano. A empresa de Mark Zuckerberg já havia feito outra proposta de acordo no valor de US$ 10 milhões (cerca de R$ 20 milhões), que foi recusada pelo juiz.

Em 2011, o Facebook introduziu este recurso chamado 'Histórias Patrocinadas', que dá destaque às marcas que seus amigos curtiram na rede social. Por exemplo, se você curtir a página de uma marca, seus amigos vão ver o anúncio dessa mesma empresa na página deles, acompanhado de uma mensagem 'Fulano curtiu tal marca'.

Assim que foi lançado, o recurso também mostrava a foto do perfil do usuário junto com essa mensagem, porém, o dono da imagem não era consultado sobre essa utilização.

Quanto ao uso de fotos dos usuários em conteúdos patrocinados, o Facebook explica em sua página que "tanto os Anúncios do Facebook quanto as Histórias Patrocinadas sempre requerem que você e seus amigos tenham executado uma ação expressa para indicar sua conexão com o produto ou serviço. Além disso, suas informações de identificação pessoal não serão compartilhadas com os anunciantes".