Twitter vai proibir publicação de conteúdo sexual no Vine

Por Redação | 10.03.2014 às 09:10 - atualizado em 11.03.2014 às 03:04
photo_camera Mashable

A maioria das redes sociais possui uma série de restrições quanto à publicação de nudez ou conteúdo pornográfico. O Twitter, porém, não se encaixava nesse grupo, restringindo apenas a publicação de material explícito em imagens de perfil, fundos ou headers. Isso, porém, deixará de valer para o Vine em breve.

Segundo a empresa, uma série de normas será imposta quanto à publicação de vídeos com nudez ou material pornográfico em seu serviço de compartilhamento de vídeos. Em comunicado oficial, o Twitter afirmou não ter nenhum tipo de problema com a existência desse tipo de conteúdo, mas que prefere não se tornar uma fonte de materiais que possam ser ofensivos para parte de sua comunidade.

Há algum tempo a rede social já havia criado algumas barreiras para esse tipo de material, adicionando filtros de idade e dificultando o acesso a hashtags que possam conter vídeos pornográficos. Agora, porém, tais imagens deverão ser proibidas completamente, uma vez que a empresa percebeu que se tratam de uma pequena porcentagem das publicações diárias e um conteúdo que não é acessado pela maioria dos usuários.

As novas normas do Vine vão proibir a publicação de “atos sexuais, nudez de tons provocativo ou sexual ou simulações gráficas de ato sexual”. Imagens artísticas ou educacionais que contenham exposição do corpo, porém, poderão ser publicadas normalmente, como por exemplo, imagens de protestos com mulheres nuas ou cenas de uma mãe amamentando um bebê.

Quem violar as normas poderá ser suspenso ou ter sua conta cancelada permanentemente. Como normalmente acontece em redes desse tamanho, os próprios usuários devem atuar como monitores das novas normas, denunciando publicações que firam os termos de uso do Vine.