Twitter pode estar negociando a compra do SoundCloud

Por Redação | 21 de Maio de 2014 às 09h16
Tudo sobre

Slack

Conhecido como o "YouTube do áudio", o site alemão SoundCloud, pode estar na mira das próximas aquisições do Twitter. Informações do site Re/Code dizem que fontes de ambas as empresas estão falando sobre o assunto. Ao que tudo indica o Twitter estaria "negociando um acordo" junto a companhia sediada em Berlim. No entanto, o valor da negociação não foi revelado.

O SoundCloud é um serviço gratuito que permite o compartilhamento de arquivos de áudio na Internet muito usado por artistas independentes para lançarem seus trabalhos. Em outubro de 2013, a companhia anunciou que possuía mais de 250 milhões de usuários e um investimento de US$ 60 milhões.

Se os rumores se confirmarem, a aquisição será a maior já feita pelo Twitter e pode representar um grande passo para a empresa, que tem visto suas ações despencarem ao longo dos últimos meses: de 74 para US$ 32. A compra do SoundCloud daria ao microblog uma plataforma para expandir a quantidade de internautas usando o seu serviço principal, algo que tem sido um desafio para a empresa desde que ela entrou na bolsa de valores.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Essa não seria a primeira investida do Twitter no mercado da música. No ano passado, o serviço de microblogs lançou o #Music, uma plataforma que apresentava sugestões musicais mas que só podiam ser ouvidas por 30 segundos caso o usuário não fosse assinante do Rdio ou do Spotify. Como esses dois serviços já possuem seus próprios aplicativos, os usuários não viram razão em usar o #Music e o app foi caindo no esquecimento até ser descontinuado no mês passado.

Para o SoundCloud, fazer parte do Twitter pode ser atraente devido ao sucesso do microblog em venda de anúncios. Como escreveu o site Re/Code, o SoundCloud já oferece aos seus usuários um serviço premium pago, com recursos adicionais. Apesar disso, sua receita referente à venda de anúncios ainda é inexpressiva.

Vale ressaltar também que os usuários do Twitter são os que mais compartilham links do SoundCloud, superando até mesmo os números do Spotify, o serviço de streaming de música mais popular dos Estados Unidos. A transação, portanto, parece ser mesmo uma via de mão dupla, algo mais como uma parceria do que propriamente um aquisição.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.