Twitter mostra que tweets promovidos aumentam as vendas offline

Por Redação | 09 de Agosto de 2013 às 13h00

O Twitter alega que os tweets promovidos realmente impulsionam as vendas de uma série de empresas, e não apenas dos varejistas da web. A empresa diz que as vendas offline das marcas de bens de consumo também estão entre as beneficiadas com o recurso.

Um estudo patrocinado pela rede de microblogging apontou que os usuários do Twitter que se envolvem com tweets promovidos compram mais. Mas isso não é muito surpreendente, afinal, se você retuitar, favoritar ou responder um tweet, é muito provável que você tenha prestado atenção no seu conteúdo e que ele está sendo promovido.

De qualquer forma, esse engajamento dos usuários com os tweets promovidos levou a um aumento médio de 12% nas vendas das 35 marcas envolvidas no estudo. Talvez ainda mais importante que isso seja a informação de que até mesmo aqueles que simplesmente viram um tweet promovido – sem interagir com ele – compraram os produtos em questão com 2% mais frequência.

Tweets orgânicos também geram resultados

O estudo indicou ainda que mesmo os tweets orgânicos impulsionam as vendas. Usuários expostos a tweets orgânicos de uma marca compraram mais produtos dela do que antes de serem expostos ao seu conteúdo na rede de microblogging, produzindo uma elevação de cerca de 8% nas vendas.

Essa porcentagem foi quase três vezes maior entre os usuários que viram cinco ou mais tweets orgânicos durante o período de medição para o estudo. Isso significa que as marcas que cuidam ativamente da sua base de seguidores e costumam tuitar com regularidade, experimentam um aumento nas vendas offline.

Mas, mesmo com os bons resultados dos tweets sem promoção, a pesquisa diz que seguidores que veem tweets promovidos compram mais. Seguidores expostos a tweets promovidos chegam a comprar 29% a mais do que os seguidores alcançados apenas pelos tweets orgânicos.

Mas como comprovar essa eficácia?

Basicamente, o estudo diz que as empresas precisam comprar tweets promovidos para maximizar o efeito e ver um crescimento de vendas offline. Mas, o Twitter não está apenas divulgando os impactos favoráveis do gasto de dinheiro em sua plataforma.

A mesma ferramenta utilizada pela rede social para realizar o estudo será disponibilizada para as marcas que atuam em sua plataforma. O novo recurso se chama "impacto de vendas off-line" e vai ajudar a quantificar o impacto promovido por tweets em vendas offline de bens de consumo nos Estados Unidos.

A Mondelez International, por exemplo, detentora de marcas como Trident e Oreo, diz que muitas de suas marcas são ativas no Twitter e, com a nova capacidade de mensurar o impacto sobre as vendas offline, ela será capaz de medir as ligações entre as atividades na rede social por meio de tweets orgânicos e pagos com as vendas nas lojas. "Esse é um passo significativo na avaliação do poder de mercado em tempo real", disse Bonin Bough, vice-presidente da Modelez.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.