Twitter é processado sob alegação de fraude em IPO

Por Redação | 31.10.2013 às 16:36

As empresas Precedo Capital Group e Continental Advisors entraram na justiça com uma ação contra o Twitter alegando fraude. As duas empresas afirmam que o Twitter as teria manipulado para obter um valor maior de mercado, sendo assim mais vantajoso no seu lançamento na bolsa de valores (IPO, sigla em inglês para oferta pública inicial).

Segundo o Cnet, as duas empresas pedem US$ 123,2 milhões pelos danos causados. Essa não é uma boa imagem para o Twitter, já qua sua estreia no mercado de ações deve acontecer na próxima semana.

O Twitter espera conseguir arrecadar US$ 1,4 bilhão no IPO, podendo chegar a US$ 1,6 bilhão se tiverem interessados vendendo ações em lotes suplementares.

O preço mínimo do papel vai girar em torno de US$ 17 a US$ 20, o que avaliará a empresa em cerca de US$ 10,9 bilhões. O microblog pretende vender 80,5 milhões de ações.