Twitter compra empresa que presta serviços de “clipping” para TV

Por Redação | 19.06.2014 às 15:35

Em mais um golpe para tomar de assalto o mundo da televisão, o Twitter anunciou a compra do SnappyTV, um serviço de clipping que permite a canais de televisão disponibilizarem clipes nas redes sociais quase que em tempo real. A solução da empresa é utilizada por canais americanos como HBO, Fox Sports, CBS e NBC, além de ser uma das grandes parceiras da NBA nas redes sociais.

Dessa forma, então, o casamento é praticamente perfeito. Levando em conta a evolução do Twitter, que cada vez mais quer se posicionar como a segunda tela “oficial” durante grandes eventos, a aquisição de um serviço que permite o compartilhamento rápido de vídeos e replays é bastante significativa.

O anúncio da negociação foi feito em um texto curto. A compra foi citada pelo Twitter como uma parte importante de seu contínuo investimento no mundo do vídeo, bem como em seu posicionamento como uma plataforma interessante para empresas, emissoras de TV e produtores de eventos. Todos, claro, bastante interessados na divulgação e compartilhamento em tempo real de suas propostas pela rede social.

Os valores da negociação, porém, não foram revelados. Mas o Twitter já deixou claro que não vai transformar o SnappyTV em uma solução exclusiva. Apesar de, claro, procurar integrar melhor o serviço à sua própria plataforma, a empresa disse que não vai interferir nos acordos e possibilidades de postagem de conteúdo em outros sites, nem alterar a maneira ou a qualidade com as quais esse tipo de trabalho é realizado.

A SnappyTV é uma empresa com quatro anos de idade e que, desde seu início, sempre esteve focada nas redes sociais e no mundo mobile. A ideia da empresa é facilitar a relação entre as pessoas e propiciar o compartilhamento de vídeos e momentos em tempo real, mostrando uns para os outros os lances preferidos de partidas de basquete ou a chegada daquela estrela preferida de todos ao tapete vermelho de uma cerimônia de premiação.

A aquisição chega em conjunto à recente ferramenta de upload de vídeos que o Twitter habilitou para anunciantes, bem como parcerias com empresas de consultoria e emissoras de TV para utilização da plataforma em tablets e smartphones como uma segunda tela. Por mais que alguns canais argumentem que o uso das redes sociais não influencia em nada na audiência, o site defende que, para aqueles que já estão assistindo à televisão, é claro o aumento no engajamento e na atenção ao que está sendo exibido.

A ideia geral, aqui, é transformar o ato de assistir à programação ainda mais social e expandir essa visão da sala de casa, apenas com a família, para todo o mundo, por meio da internet. E não para por aí: o Twitter já avisou que vai investir com bastante força no segmento de vídeo nos próximos meses. Ou seja, podemos esperar mais aquisições do tipo para o futuro próximo.