Twitter começa a testar função de compartilhamento de vídeos

Por Redação | 23 de Maio de 2014 às 15h56

Sem alarde nem grandes anúncios, o Twitter começou a testar sua nova ferramenta de compartilhamento de vídeos, que permitirá que clipes curtos sejam anexados às mensagens dos usuários. A ideia, claro, é aumentar o tempo de permanência na rede de microblogs e incentivar sua utilização como mais do que um sistema apenas de postagens curtas.

Ao que tudo indica, o foco será nas plataformas mobile e, por enquanto, as experimentações ocorrem na versão do Twitter para iOS. O clipe utilizado pela empresa é o trailer de “Um Milhão de Maneiras de Pegar na Pistola”, do comediante Seth McFarlane, misturando assim a publicidade a uma função prática que será aplicada a todos os usuários.

Ao utilizar a hashtag do filme, #AMillionWaysToDieInTheWest, o utilizador verá uma opção de anexar um vídeo à sua postagem. Aqui, não se trata de um embed do YouTube, como normalmente acontece, e sim da utilização de um player da própria rede social para exibição do trailer.

Apesar da criação de um tuíte com essa função só ser possível a partir do iPhone, a visualização do vídeo é possível por quem usa qualquer outra plataforma, seja ela mobile ou não. É o que mostra a mensagem acima, do site Re/Code, que percebeu a novidade nesta sexta-feira (23).

Ao que parece, inicialmente, a função estará disponível apenas para publicadores de conteúdo e anunciantes, que poderão dar aos fãs e seguidores uma maneira mais fácil de espalhar trailers e clipes promocionais. Há a expectativa, porém, de que a novidade seja aberta em algum momento a todos os usuários do Twitter. Apesar disso, o próprio Re/Code cita os altos custos de servidores para este fim, bem como a dificuldade de se monetizar esse tipo de conteúdo, como empecilhos que podem dificultar sua aplicação.

Oficialmente, o Twitter afirma apenas que está “sempre experimentando coisas novas”. Não existe data prevista para uma aplicação maior da nova função, se é que isso realmente vai acontecer algum dia. Vale lembrar também que essa não é a primeira empreitada da empresa com os vídeos, que já foram trabalhados antes com o Vine, trazendo o que poderia ser visto como uma mistura entre gifs animados e clipes.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.