Twitter automatiza criação de relatórios de assédio

Por Redação | 18.03.2015 às 11:41
photo_camera Divulgação

O Twitter está cumprindo sua promessa de reprimir os abusos realizados em sua plataforma. A rede de microblog lançou um novo recurso que cria automaticamente relatórios sobre assédios sofridos por usuários.

A novidade surgiu para simplificar a vida de quem precisa coletar informações e manter registros dos assédios sofridos nas mídias sociais para depois levá-los até a polícia. Esses dados são exigidos para dar força e credibilidade aos casos de abusos sofridos no ambiente virtual. Geralmente, o usuário precisa tirar screenshots, anotar horários e datas para, de alguma forma, tentar montar um processo coerente contra o abusador.

Com a nova ferramenta implementada, basta clicar em uma opção que indica mensagens abusivas ou prejudiciais para que a opção de gerar um relatório apareça na tela. O usuário então pode imprimi-lo, caso necessário.

Twitter denúncia

O novo relatório de abuso vai conter as mensagens do Twitter consideradas ofensivas, o nome de quem postou os tweets, a URL da mensagem, o nome de usuário a quem ela foi dirigida, a data e a hora do seu envio. Qualquer informação adicional necessária para a aplicação da lei também poderá ser solicitada diretamente ao Twitter.

Twitter denúncia

Exemplo de relatório gerado pelo Twitter (Imagem: Divulgação)

Essa decisão surge na sequência de uma série de ferramentas anti-assédio adotadas pela rede social. No início deste mês, o Twitter atualizou sua política de uso para deixar claro que a plataforma passará a ter uma abordagem de tolerância zero para assuntos como "pornô de vingança" – imagens de nudez ou atos sexuais que são postadas sem a permissão do usuário.