Twitter ajuda a prever quando as pessoas ficarão doentes

Por Redação | 31 de Julho de 2012 às 14h16

Em 2010 o cientista da Universidade de Rochester, Adam Sadilek, analisou os tweets enviados por usuários que moram na cidade de Nova York durante um mês e utilizou um algoritmo de inteligência artificial para filtrar mensagens de usuários saudáveis que incluem a palavra "doente" - por exemplo, estou doente de preocupação - e em seguida analisou quem realmente estava doente, com sintomas de gripe, por exemplo.

Foram analisados cerca de 4,4 milhões de tweets de 600 mil usuários da cidade e os resultados dessa análise permitiram aos cientistas prever com 90% de acerto casos de gripe com até oito dias de antecedência.

Segundo o WwwhatsNew, se você está saudável, três dos seus amigos estão gripados e você recentemente esteve com oito pessoas que se queixaram de coriza e dores de cabeça, é muito provável que você também acabe doente em breve, e é isso que o algoritmo prevê.

"Nossos modelos permitem que você veja a propagação de doenças infecciosas, como gripe, ao longo de uma população real observada através de uma mídia social online", explica Sadilek.

Confira no vídeo abaixo uma espécie de mapa de saúde da cidade de Nova York, que traz os resultados observados pelas publicações no Twitter de usuários com gripe. Quanto mais vermelha a área, mais pessoas atingidas pela gripe estão no local.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.