Segundo estudo, as redes sociais estão nos deixando desconfiados e infelizes

Por Redação | 01 de Setembro de 2014 às 14h45

Uma pesquisa divulgada recentemente, um pouco controversa, mostrava que o que outros postam nas redes sociais pode afetar o comportamento de outros usuários. Aparentemente, essa não é a única coisa que o Facebook, Twitter, Instagram e outras redes sociais podem fazer. De acordo com um estudo feito por dois pesquisadores europeus, as mídias sociais também pode afetar a forma de satisfação pessoal.

Fabio Sabatini, da Universidade Sapienza de Roma, e Francesco Sarracino, da STATEC, agência de estatísticas do governo de Luxemburgo, chegaram a uma interessante conclusão com base em dados adquiridos em uma enorme pesquisa realizada na Itália com cerca de 50 mil entrevistados. Saiu no Engadget.

Essa pesquisa pediu aos participantes que informassem qual o nível de satisfação de suas vidas, como encontram os amigos com frequência, se confiam nas pessoas e o que costumam fazer na internet. Com base nessas informações, a dupla de pesquisadores obteve um resultado que mostra que as pessoas tendem a sentirem-se mais satisfeitas com suas vidas e confiar mais nas pessoas quando elas se encontram com amigos pessoalmente. Obviamente, isso não é algo que se possa fazer através da internet. Mas deixou claro que aqueles que gastam muito tempo nas redes sociais são mais inclinados a serem desconfiados em relação a outras pessoas.

Sabatini e Sarracino culpam a discriminação e discurso de ódio muitas vezes presente na internet. Isso traz mais desconfiança aos usuários de mídias sociais. Ao todo, o estudo reforça o conceito global das redes sociais, que mesmo mantendo as pessoas conectadas, contribui significativamente para um comportamento de vida mais negativo.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.