Rede social voltada para pessoas ricas cobra R$ 21 mil só pela inscrição

Por Redação | 18.09.2014 às 12:31
photo_camera Reprodução/netropolitan

Foi lançada nesta terça-feira (16) a rede social Netropolitan que, segundo sua descrição, é voltada apenas para pessoas ricas. Para garantir tal exclusividade, o site cobra uma taxa de inscrição dos seus usuários e o valor não é nada pequeno: US$ 9 mil (cerca de R$ 21 mil).

O criador da rede, James Touchi-Peters afirmou, em entrevista a CNN, que acredita que há demanda suficiente para que o Netropolitan se torne um sucesso. Segundo a descrição da página, é “o clube online para pessoas com mais dinheiro do que tempo”.

Para Touchi-Peters, a demanda e audiência para tal empreitada existem. “Vi uma necessidade de um ambiente onde você pode falar das melhores coisas da vida sem receber críticas. Um ambiente em que as pessoas compartilhem gostos e experiências semelhantes”, afirmou.

O preço foi sugerido como forma de garantir que a rede social seja um ambiente mais exclusivo e único. Além da "pequena" taxa, o usuário pode optar por pagar outras para garantir benefícios exclusivos. A descrição do serviço ainda afirma que o objetivo da rede é conectar os usuários "a pessoas do mesmo status social, mas fora do círculo social”.

Para garantir que não haja conteúdos perturbadores no site, o Netropolitan garante moderadores online continuamente para fiscalizar o comportamento dos usuários. O site não trabalha com anúncios e não aparece em ferramentas de busca.

O caráter exclusivo da rede social faz com que a privacidade seja fator essencial. Para manter a discrição do serviço, Touchi-Peters garantiu que nunca irá revelar o número de usuários ou quais celebridades usam o serviço.

O registro só pode ser feito por pessoas acima dos 21 anos e com dados reais de identidade e localização. A rede ainda possui algumas regras bem específicas como posts apenas em inglês, proibição de pedidos de emprego, impossibilidade de criar páginas para empresas ou marcas e inexistência de anúncios. Em contrapartida, a rede social garante que não vai vender as informações dos usuários para publicidade e afins.

O pagamento de US$ 9 mil para ingressar na rede deve ser feito por cartão de crédito e após a confirmação do pagamento o usuário recebe um e-mail para garantir a transação. O pagamento de uma anualidade de US$ 3 mil (cerca de R$ 7 mil) também deve ser feito para garantir o funcionamento da conta.

Fonte: http://edition.cnn.com/2014/09/16/tech/social-media/netropolitan-social-media/