Rede social russa cresce no Brasil (às custas do Orkut)

Por Redação | 15.07.2014 às 16:33

Muita gente já sentiu o peso da nostalgia quando o Orkut pendurou as chuteiras e anunciou seu fim definitivo para 30 de setembro. Já a rede social russa VKontakte (ou simplesmente VK) viu nisso uma oportunidade para obter seu lugar ao sol aqui no Brasil, uma vez que tem um sistema bem parecido com o do quase finado Orkut, com comunidades que lembram bastante a plataforma que fez sucesso antes do advento do Facebook.

De acordo com uma pesquisa realizada no Google Trends, as buscas pelos termos "VK" e "vk.com" aumentaram significativamente nas últimas semanas, período em que foi dada a notícia de que o Orkut iria acabar. E os números já impressionam: são 340 mil usuários brasileiros – quantidade que, se comparada aos quase 100 milhões de usuários de internet nascidos no país, ainda é um tanto incipiente.

Segundo o VentureBeat, para acomodar seus mais novos usuários brasileiros, o VK diz que "adicionou novos recursos e melhorias" à plataforma e diz que sua equipe de suporte "tem sido reforçada por pessoas que dominam o português brasileiro".

Sendo o segundo maior site de toda a Russia, o VK afirma ter 260 milhões de usuários registrados em sua base de dados, com mais de 60 milhões deles ativos diariamente. Perto do Facebook, a rede social russa não é tão gigante assim: há 1,28 bilhão de usuários ativos todos os meses na rede de Mark Zuckerberg.

Quer conhecer a nova rede social e, quem sabe, fazer parte dela? Acesse o vk.com e veja se conhece alguém por lá!

Leia também: