Quer falar com um desconhecido no Facebook? Isso poderá ser cobrado em breve

Por Redação | 20 de Dezembro de 2012 às 18h30
TUDO SOBRE

Facebook

Sabe aquele indivíduo que insiste em te enviar mensagens privadas querendo ser seu amigo no Facebook, mas você nunca o viu na sua vida? A rede social está testando um novo serviço que irá cobrar por mensagens trocadas entre desconhecidos, ou seja, se não é seu amigo no Facebook, terá que pagar para te enviar uma mensagem.

Segundo o The Verge, o Facebook estaria testando a ferramenta com um grupo seleto de usuários para ver se o mecanismo de cobrança é aprovado. Atualmente, algumas mensagens das pessoas com quem você não tem amigos em comum são enviadas para outra pasta dentro do perfil, intitulada 'Outros' - que muitas pessoas nem sabem da existência. Com a nova ferramenta, por uma quantia de um ou dois dólares, quem não te conhece poderá enviar uma mensagem para sua caixa.

A empresa garante que a troca de mensagens privativas entre amigos e amigos de amigos continuará funcionando gratuitamente, da forma como conhecemos hoje. "Vários comentaristas e pesquisadores notaram que a imposição de uma taxa ao remetente pode ser a forma mais eficaz de evitar mensagens indesejadas e facilitar a entrega de mensagens que são relevantes e úteis", explicou a empresa em seu blog oficial.

PECHINCHAS, CUPONS, COISAS GRÁTIS? Participe do nosso GRUPO DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Mensagem paga Facebook

Foto: Divulgação

Especialistas acreditam que a rede social de Mark Zuckerberg estaria considerando com a ferramenta uma nova forma de monetização e uma forma de reduzir spams. O anúncio do teste não chega em um bom momento para o Facebook, já que ele enfrenta uma série de críticas sobre as novas regras e termos de uso do Instagram, adquirido pela companhia no começo deste ano.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.