Pinterest é avaliado em US$ 11 bilhões após nova rodada de investimentos

Por Redação | 17 de Março de 2015 às 10h39
Tudo sobre

Pinterest

A rede social de compartilhamento de fotos Pinterest juntou-se às grandes do Vale do Silício com uma avaliação bilionária. Após uma nova rodada de investimentos, onde a companhia conseguiu US$ 367 milhões, sua avaliação de mercado subiu para US$ 11 bilhões. O valor é mais que o dobro da avaliação que a empresa obteve há cerca de um ano: US$ 5 bilhões.

As informações sobre o valor arrecadado em investimentos foram divulgados pela empresa nesta segunda-feira (16). Segundo o Pinterest, havia a possibilidade de levantar mais US$ 211 milhões adicionais, elevando a arrecadação para US$ 578 milhões. Em apenas cinco anos de atuação, a rede social conseguiu arrecadar US$ 764 milhões em todas as suas rodadas de investimento.

O Pinterest é uma rede social de compartilhamento de fotos onde os usuários podem compartilhar e gerenciar imagens temáticas, como de jogos, hobbies, roupas, perfumes, etc. Cada usuário pode compartilhar suas imagens, recompartilhar as de outros utilizadores e colocá-las em suas coleções ou quadros (boards). A rede social também permite comentar e realizar outras ações. O número de usuários da rede cresceu 40% no ano passado.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Entre alguns dos grandes investidores do Pinterest, destacam-se Andreessen Horowitz, Bessemer Venture Partners e a empresa de e-commerce japonesa Rakuten.

O desejo em investir no Pinterest tem sido tão grande que a startup tem superado suas próprias expectativas de valorização. A empresa tem mostrado avanços consideráveis, além de aumentar o desenvolvimento de receitas especialmente com os chamados 'pins' (ou pinos) promovidos que os anunciantes podem adquirir. Segundo executivos da empresa, a publicidade continuará sendo o foco principal do Pinterest para este ano.

Quanto ao destino dos valores arrecadados, um porta-voz da rede afirmou que eles serão utilizados em movimentos corporativos.

Com informações do New York Times

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.