Pesquisa comScore revela participação de brasileiros nas redes sociais

Por Redação | 22 de Setembro de 2014 às 18h12

As empresas de análise de mercado comScore e Shareablee divulgaram na semana passada dados de um novo levantamento Webinar sobre o uso de redes sociais por aqui. E, como não poderia deixar de ser, os dados comprovam: o Brasil bomba no uso dessas ferramentas.

A América Latina é a região com a maior média global de uso de redes sociais em PCs e laptops, com 8,13 horas mensais por pessoa. O continente é seguido pela Europa (7,41 horas), América do Norte (6,38 horas), África (4,96 horas) e Ásia-Pacífico (2,49 horas). Isolando o Brasil, o número é ainda maior: são mais de 12 horas mensais de engajamento.

O Brasil também supera a média mundial do tempo médio em visita de redes sociais, com sessões que duram uma média de 18,5 minutos. Globalmente, o valor é de 12,5 minutos por acesso. Ao todo, o Brasil é responsável por 10% do tempo total consumido globalmente nas redes sociais, ocupando o 2º lugar no ranking – atrás apenas dos Estados Unidos.

O país também é o maior da América Latina em termos de visitantes diários às redes sociais. São cerca de 30 mil – pouco menos da metade do total de 60,5 mil usuários do continente.

comScore

"Os números para o Brasil são fantásticos, realmente a audiência e o engajamento são assustadores às vezes", afirmou Alex Banks, vice presidente da América Latina e Diretor da comScore no Brasil, na apresentação dos dados. "Isso deixa muito claro para as marcas e para os produtores de conteúdo como entender o melhor jeito de engajar os público nas redes sociais".

O perfil da audiência é composto, em maior parte, por usuários entre 15-24 anos (26,9%) e 25-34 anos (26,2%), bem equilibrado entre homens (47% do total de minutos) e mulheres (53%). A região Sudeste também é a responsável pela maior parte dos acessos de redes sociais, representando 51% do total. Seguem a região Nordeste (19%), Sul (17%), Centro-Oeste (8%) e Norte (5%).

Na quebra por estados, São Paulo é responsável por 29% dos acesso, seguido pelo Rio de Janeiro (12%), Minas Gerais (8%), Rio Grande do Sul (7%) e Paraná (6%).

comScore

Um dos dados mais assustadores do levantamento é o domínio do Facebook no cenário brasileiro, responsável sozinho por 96,7% dos acesso à redes sociais do país. Entre janeiro de 2013 e junho de 2014, o número de fãs brasileiros em páginas do Facebook cresceu em 179%.

O Twitter segue em segundo lugar, empatado com o Badoo, com 0,8% dos acessos. Surpreende também a antiga menina dos olhos dos brasileiros, o Orkut, que prepara-se para desaparecer no próximo dia 30 de setembro e hoje só tem 0,2% dos acessos.

Mas além dos números impressionantes de acesso, o Brasil também agrega algumas características próprias que diferenciam o país do restante do mundo. Segundo o levantamento, os índices de compartilhamento de conteúdo em redes socias também são muito mais altos por aqui do que a média global – que geralmente foca nas "curtidas".

Os três maiores posts brasileiros do Facebook em 2013, por exemplo, tiveram combinados 2,5 milhões de ações de usuários – 71% delas foram compartilhamentos. Um deles foi este post da página oficial do site de compras bomnegócio.com, que teve 443 mil compartilhamentos, contra 399 mil curtidas.

A apresentação completa pode ser vista através deste link. É necessário fazer um pequeno cadastro no site, mas você poderá acessar também o vídeo com a apresentação e comentários das empresas.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.