Perfil do Twitter de Bento XVI será desativado quando Papa deixar o cargo

Por Redação | 27 de Fevereiro de 2013 às 06h05

O perfil oficial do Papa Bento XVI no Twitter (@pontifex) deverá ser desativado assim que Joseph Ratzinger deixar o cargo, afirmou a CNN citando a rádio do Vaticano. "Parece inimaginável que [Bento XVI] poderia continuar a utilizar uma ferramenta de comunicação tão popular e poderosa durante o período 'sede vacante'", teria afirmado a rádio.

Em sua mensagem mais recente, do dia 24 de fevereiro, postada já após o anúncio de sua renúncia, o Papa pede que os fiéis rezem por ele e pela Igreja. "Nestes dias momentosos, peço que orem por mim e para a Igreja, confiando como sempre na Providência Divina", escreveu.

Bento XVI anunciou que deixará o papado na próxima quinta-feira (28), devido principalmente a sua idade avançada de 85 anos. O último Papa a renunciar seu poder foi Gregório XII, em 1415.

Ratzinger possui atualmente mais de 1,5 milhão de seguidores no Twitter, apesar de suas postagens espaçadas - apenas 36 mensagens foram colocadas no perfil. Uma última mensagem está programada para o dia da renúncia do pontífice.

A primeira mensagem de Bento XVI na rede social foi enviada em 12 de dezembro de 2012, durante as celebrações do dia de Nossa Senhora de Guadalupe. "Queridos amigos, é com alegria que entro em contato convosco via Twitter. Obrigado pela resposta generosa. De coração vos abençoo a todos", escreveu o representante máximo da Igreja Católica à época. De acordo com o Vaticano, Bento XVI utilizava o microblog como forma de entrar em contato com os mais de 1,2 bilhão de católicos espalhados ao redor do mundo.

Ainda não há informações sobre se o sucessor de Bento XVI usará a rede de microblog.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.