Onde fui roubado: plataforma colaborativa contra a violência

Por Joyce Macedo | 20 de Agosto de 2013 às 09h00

A Wikipedia e o Waze são bons exemplos de como a colaboração entre os usuários pode fazer com que uma rede se torne uma fonte de informações preciosas. Agora, a novidade entre as plataformas colaborativas é o site Onde Fui Roubado.

O nome já diz praticamente tudo sobre o serviço: usuários denunciam anonimamente locais onde sofreram furtos, roubos, sequestro relâmpago, assalto à residências, lojas e outros tipos de crimes. As ocorrências utilizam os endereços e tipos de crime descritos pelos usuários para criar um mapa colaborativo.

Além do mapa interativo que distingue o tipo de crime por cores e permite ver maiores detalhes de cada um deles, o site traz ainda um Painel de Estatísticas onde é possível ver quantas pessoas registraram boletim de ocorrência do crime descrito, a porcentagem de vítimas por sexo, ranking de objetos roubados (aqui geralmente o celular sempre leva o primeiro lugar) e tipos de crimes mais frequentes em cada região.

Assista Agora: Descubra o jeito certo de criar verdadeiros times de alta-performance e ter a empresa inteira focada em uma única direção.

As denúncias também podem sem compartilhadas com amigos nas redes sociais – Facebook, Twitter e Google+. É claro que esperamos não precisar colaborar com informações desse tipo para o site, mas é uma boa fonte de informação para que as pessoas fiquem atentas e denunciem ainda mais os atos ilícitos que acontecem em diversas regiões do Brasil.

Onde fui roubado
Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.