Facebook perde prestígio entre os jovens

Por Redação | 31 de Outubro de 2013 às 12h36
Tudo sobre

Facebook

Apesar do Facebook apenas crescer nos últimos anos de maneira geral, a rede está apresentando sinais de que sua popularidade entre os mais jovens já não é a mesma – fato confirmado pelos executivos da empresa.

O Facebook já tem hoje mais de 1,19 bilhão de usuários ativos mensais e 728 milhões de usuários ativos diários, mas os adolescentes são uma parcela cada vez menor, segundo relatório publicado pela própria empresa, junto com seus resultados financeiros do trimestre.

É uma das primeiras vezes que a rede detecta qualquer declínio no número de adolescentes e isso vem preocupando a empresa, já que ainda não foi encontrado o exato motivo para a fuga em massa. E esses jovens podem acabar, com o tempo, levando outros usuários para fora, junto com eles.

Assista Agora: Saiba quais são os 5 maiores problemas das empresas brasileiras e comece 2019 em uma realidade completamente diferente.

Infelizmente, o Facebook não comentou qual foi o tamanho do declínio e nem fez grandes comentários a respeito do fato. O engajamento de jovens no Facebook é de difícil mensuração, pois os dados de idade usados pelos jovens são muito pouco confiáveis – muitos mentem a data de nascimento, disse a companhia. Além disso, a situação fica mais esquisita pois os acessos em dispositivos móveis, algo bem popular entre os jovens, vem crescendo bastante.

Com os rivais tentando cada vez mais chamar a atenção dos jovens, a capacidade do Facebook em mantê-los é colocada em questão. O chefe financeiro do Facebook, David Ebersman, afirmou que a empresa já planeja ações para tentar trazer esse público de volta. A aquisição do Instagram, por exemplo, faz parte desse plano.

Uma das áreas mais competitivas é a de mensagens. Apesar do Facebook possuir o Messenger, app de mensagens instantâneas para smartphones e tablets, concorrentes dedicados a isso como o Snapchat, WhatsApp e Skype também são populares.

Seria um problema sem muita solução? Com "todo mundo" dentro do Facebook, incluindo os pais e familiares desses jovens, talvez eles queiram apenas ter um lugar reservado só para eles.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.