Nas redes sociais, mensagens de protesto atingem 79 milhões de pessoas

Por Redação | 18.06.2013 às 12:57 - atualizado em 18.06.2013 às 19:31

Nos últimos dias, uma série de manifestações contra o aumento das passagens tomou conta do país e tem movimentado também as redes sociais. E durante os protestos desta segunda-feira (17), as mensagens chegaram a mais de 79 milhões de pessoas. Grande parte comentou sobre o mesmo assunto nas redes sociais, segundo informa o levantamento online da Scup.

"O monitoramento mostra que essas mensagens chegaram a todas essas pessoas", afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo Eliseu Barreira Junior, gestor de comunicação da empresa. A análise das redes sociais mostra um número crescente de publicações sobre os protestos desde a última quinta-feira (13), dia em que as manifestações foram marcadas pela ação repressora da polícia.

A Scup contabilizou mais de 236 mil publicações postadas nas redes sociais no período e entre os termos mais citados estão 'Protesto', 'O gigante acordou', 'Vem pra rua' e 'Acorda, Brasil'. As redes sociais também exerceram um papel fundamental na organização dos manifestantes e dos atos. Para ter uma ideia, no manifesto realizado em São Paulo ontem (17), mais de 276 mil pessoas confirmaram presença através das redes sociais.