Mesmo com aumento na receita, LinkedIn encerra 2014 no vermelho

Por Redação | 06 de Fevereiro de 2015 às 11h22
Tudo sobre

LinkedIn

O LinkedIn, rede social para contatos profissionais, divulgou nesta quinta-feira (5) seus resultados financeiros do último trimestre de 2014. No período, a receita da rede saltou para US$ 643 milhões, 44% a mais em comparação com o mesmo período de 2013, quando a arrecadação foi de US$ 447 milhões.

Durante todo o ano fiscal de 2014, o LinkedIn teve receita de US$ 2,2 bilhões, com aumento de 45% em relação ao ano de 2013, quando totalizou uma receita de US$ 1,52 bilhão.

Mesmo com o aumento explosivo da receita no ano, o lucro líquido caiu 19%. No mesmo período de 2013, a empresa obteve lucro de US$ 3,7 milhões, US$ 700 milhões a mais que os US$ 3 milhões obtidos no fim do ano fiscal. Em 2014, o prejuízo líquido repassado aos acionistas foi de US$ 16 milhões, em oposição aos US$ 27 milhões de 2013.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Mesmo com prejuízo, o LinkedIn tem planos de continuar sua expansão e é bem visto pelos olhos dos especialistas. Com sua versão chinesa lançada neste mês, a empresa praticamente dobrou sua base de usuários, que agora soma cerca de 8 milhões de profissionais.

Com esses resultados, as ações do LinkedIn tiveram aumento de 6%, indo para quase US$ 252,49, próximo ao recorde da empresa no fim de 2013. Assim, a expectativa é que a rede social continue sua expansão e gere receitas ainda maiores, principalmente devido as possibilidades de publicidade on-line e de vendas.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.