Médico envia insinuações sexuais para enfermeira através do Scrabble no Facebook

Por Redação | 22 de Agosto de 2012 às 08h05

A polícia londrina registrou um novo caso de assédio sexual através do Facebook. Dessa vez, um médico utilizou o jogo Scrabble na rede social para enviar insinuações sexuais para uma enfermeira recém-contratada para sua equipe.

Peter King, gerente sênior da comunidade médica de saúde mental de Swindon, Wiltshire, também é acusado de enviar várias mensagens de texto para o telefone particular da enfermeira e fazer comentários lascivos durante suas conversas com a profissional.

Segundo o Daily Mail, as audiências do caso começaram na última semana e foram apresentadas as anotações feitas pela enfermeira, que não teve seu nome divulgado, em seu diário. As anotações incluíam todas as ameaças de assédio que King lhe enviou.

Scrabble Facebook assédio sexual

O médico enviou mensagens lascivas através do chat do Facebook

A profissional ficou muito assustada com as ameaças do médico e entrou em contato com as autoridades locais, que fizeram Peter King assinar um documento prometendo que ficaria longe da jovem. O médico também passou por uma audiência no Conselho Regional de Medicina e é investigado pelo órgão por má conduta.

O assédio de King começou no dia 2 de agosto de 2010 quando a enfermeira ingressou em sua equipe, depois de se graduar em enfermagem psiquiátrica."As experiências vividas pela enfermeira a deixaram com medo, intimidada e ameaçada", afirmou o investigador Ros Stower. "Ao longo de todo o seu depoimento, ela permaneceu ansiosa, chorosa e aflita".

No dia 18 de agosto do mesmo ano, King enviou mensagens ofensivas para a enfermeira enquanto jogavam um game online na rede social, além de outras interações através do chat do Facebook. A profissional foi internada logo em seguida vítima de estresse, mas King continuou assediando a enfermeira.

"A partir das entrevistas, pareceu que sua equipe estava bem dividida, com algumas pessoas tendo muito respeito por King e outras menos. A principal mensagem foi de que Peter King sempre foi muito amigável com toda a equipe", afirmou Stower. "A insinuação sexual foi uma cultura há muito tempo estabelecida em sua equipe".

Segundo o Swidon Advertiser, King foi suspenso do seu cargo de gerente da comunidade médica local e também foi demitido da Avon e da Wiltshire Mental Partnership NHS Trust em março de 2011.

As apresentações de defesa e acusação do caso continuam e ainda não há previsão para a divulgação do veredicto.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.