Mark Zuckerberg vai vender ações do Facebook no valor de US$ 2,3 bilhões

Por Redação | 19.12.2013 às 12:24

A compra de novas ações de Classe B motivou Mark Zuckerberg, fundador e presidente do Facebook, a vender papeis da empresa no valor de US$ 2,3 bilhões. Ao todo, 41,4 milhões de cotas do tipo A serão colocadas à disposição novamente, com o valor da venda sendo redirecionado ao pagamento de taxas oriundas da empreitada, de acordo com o que conta a agência Reuters.

O movimento, porém, não diminui a influência de Zuckerberg tanto quanto parece. Com a mudança, o poder do jovem sobre a empresa cai de 58,8% para 56,1%, fazendo com que ele ainda permaneça como acionista majoritário. A compra das ações de Classe B, porém, deve modificar esse quadro.

No processo de decisão, investidores com ações de Classe A têm direito a um voto cada, enquanto aqueles que possuem papeis de Classe B têm dez votos por cota. Os custos de operação do segundo tipo, porém, são maiores e, normalmente, esse tipo de ação acaba sendo mantido pelos diretores das companhias.

Além de Mark Zuckerberg, outros executivos da companhia, como o membro do conselho de diretores Marc Andreessen, também venderão partes de suas carteiras. Entre os cotados para se tornarem parcialmente donos do Facebook estão empresas como a J.P. Morgan, Morgan Stanley e Merrill Lynch.