Mais de metade dos brasileiros usa o Facebook enquanto assiste TV

Por Redação | 26 de Setembro de 2014 às 12h05

Assistir à televisão deixou de ser uma atividade restrita à casa de cada um para se tornar um ato cada vez mais coletivo. Uma pesquisa realizada pela Ipsos MediaCT revelou que 57% dos brasileiros utilizam o Facebook enquanto assistem TV, seja para comentar a programação ou se conectar com os amigos.

A pesquisa mostra, mais uma vez, a popularidade da segunda tela. É um fenômeno que está movimentando também o mercado mobile já que, de acordo com o instituto, 39% dos entrevistados afirmaram usar dispositivos do tipo para fazer isso, ficando com um olho na televisão e outro no display dos aparelhos. Os smartphones têm 67% da preferência, com os notebooks em segundo (40%) e tablets em terceiro, com 18%.

Info segunda tela

Os números apresentados são médios, mas no horário nobre, disparam ainda mais. A pesquisa aponta que oito em cada vez brasileiros utilizam o Facebook e a televisão ao mesmo tempo entre as 20h e a meia noite. Neste horário, estão sendo exibidos os principais telejornais, novelas e programas de entretenimento, além de seriados e reality shows na TV a cabo. Tudo isso, claro, vira postagem e a rede social de Mark Zuckerberg é a principal utilizada para isso.

Na América Latina, o Brasil é o segundo país em que esse tipo de utilização é mais comum, ficando atrás apenas do Chile, onde 64% das pessoas aderiram à segunda tela. O país também ficou à frente no uso de dispositivos mobile, com 49% dos espectadores preferindo esse tipo de aparelho para interagir enquanto veem TV.

É uma tendência que, inclusive, é observada pela própria rede social, que tem intensificado seus esforços para capturar o público de segunda tela e, inclusive, lançado algumas alternativas específicas. É o caso, por exemplo, do hub relacionado à Copa do Mundo, que trazia informações de bastidores, horários dos jogos e diversos recursos para que seus usuários pudessem acompanhar o que estava rolando dentro e fora dos gramados.

Mas a empresa acredita que a oportunidade é ainda maior para os anunciantes, já que essa sinergia entre televisão e Facebook pode trazer novas oportunidades de negócio. “Os anúncios não devem se limitar a um único meio. As pessoas estão sempre conectadas e, no Facebook, todo horário é nobre”, afirma Gabriel Gontijo, pesquisador de audiência da rede social.

Para ele, conteúdos vistos em um dos aparelhos podem causar impacto em outros. Um produto exibido na TV, por exemplo, pode fazer com que o usuário faça uma pesquisa em lojas online. Aqui, as companhias podem dar um pouco mais de atenção e exibir propagandas não apenas relacionadas aos hábitos de consumo online, mas também, ligadas ao que acontece fora da internet.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.