Mais da metade dos usuários do Facebook no Android usa aparelhos antigos

Por Redação | 10 de Novembro de 2014 às 15h58

Todos já sabem que o Android é um dos sistemas móveis mais populares do mundo. Sua base de usuários é gigantesca e tem ainda mais força nos países emergentes, onde existem muitos aparelhos de preço baixo equipados com o sistema. O Facebook, assim como o Android, também tem uma forte adesão dos usuários mobile. De acordo com a rede social, 500 milhões de usuários ativos por mês utilizam dispositivos Android nos mais de 10.000 diferentes dispositivos equipados com o SO do Google.

Apesar dessa ser uma ótima revelação para o Android e para o Facebook, a empresa de Mark Zuckerberg vem encontrando dificuldades em para fazer o app da rede social funcionar perfeitamente em diferentes dispositivos, de diferentes especificações, hardwares, versões do sistema operacional e épocas.

Antes, o Facebook estava atento a qual versão do sistema operacional Android os usuários mais estavam usando, mas esse foco mudou para o hardware, visto que é ele quem vem fazendo a diferença na funcionalidade e na experiência fornecida ao usuário. A equipe do Facebook tem realizado pesquisas e catalogações referentes à comunidade de usuários. A mais recente delas mostrou que dois terços dos aparelhos Android que se conectam à rede social, seja via web ou por meio do app, seriam considerados top de linha apenas se tivessem aparecido em 2011. Ou seja, isso explica porque o foco do Facebook mudou para o hardware e para as especificações dos aparelhos.

Facebook no Android

Em 2011, o Samsung Galaxy S2 e o iPhone 4 eram os aparelhos que mais se conectavam ao Facebook. Por conta disso, a rede social analisou especificações como tamanho e resolução de tela para desenvolver seu aplicativo e melhorar a experiência mobile do usuário ao mesmo tempo que garante que o app funcionará bem e de maneira suave em todos os aparelhos.

Essa percepção é bastante importante, já que os aparelhos mais antigos, por exemplo, podem enfrentar dificuldades em exibir anúncios em vídeo por seu hardware não proporcionar uma experiência fluída neste sentido. Assim sendo, a empresa está estudando o real desempenho desses aparelhos e vai além ao também analisar suas respectivas redes móveis.

A rede social declarou que já conseguiu realizar avanços em codificação de imagem e ajustes da reprodução multimídia no feed de notícias. Porém, segundo ela, ainda há um longo caminho para que todos os usuários possam se sentir satisfeitos com a experiência entregue pela rede social.

Fonte: http://www.phonearena.com/news/Facebook-66-of-our-Android-users-are-2011-era-or-older-spec_id62628

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.