LinkedIn reformulará serviço InMail para atingir somente usuários ativos

Por Redação | 10 de Março de 2015 às 15h03
Tudo sobre

LinkedIn

O LinkedIn quer fornecer às empresas ferramentas mais eficientes e práticas em sua plataforma. Por isso, a rede social corporativa pretende realizar uma reformulação em seu serviço de emails patrocinados, o Sponsored InMail (ou InMail Patrocinado). A empresa quer fornecer novas soluções dentro da ferramenta e de maneira mais direcionada.

De acordo com o LinkedIn, apenas 20% dos emails enviados pelos comerciantes utilizando a ferramenta são abertos. Isso porque muitos dos usuários que recebem tais mensagens estão inativos na rede social. Desta forma, o LinkedIn pretende ajustar o serviço para que este percentual aumente consideravelmente, sendo enviado apenas para usuários realmente ativos na rede.

O Sponsored InMail tem a função de facilitar a comunicação individual e personalizada a fim de obter maior visibilidade e exclusividade. Os usuários recebem apenas um InMail a cada 60 dias, garantindo maior "share of voice" e evitando que outros anunciantes entrem em contato com eles nesse mesmo período. Os destinatários também são informados com destaque quando entram em suas caixas de entrada no LinkedIn.

Assista Agora: Gestor, descubra os 5 problemas que suas concorrentes certamente terão em 2019. Comece 2019 em uma nova realidade.

Outras mudanças pretendidas pelo LinkedIn incluem templates otimizados para dispositivos móveis e parâmetros de segmentação avançados, tais como tamanho da empresa, indústria, função, entre outras.

A rede social afirma que muitas empresas que utilizam o Sponsored InMail já estão notando melhorias de desempenho. Os anunciantes interessados em utilizar a ferramenta poderão acessar uma cartilha elaborada pelo LinkedIn explicando mais detalhadamente as funções e benefícios da sua ferramenta de marketing.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.