LinkedIn divulga infográfico com o que mudou em 5 anos de empresa

Por Redação | 22.04.2014 às 15:32 - atualizado em 22.04.2014 às 15:49

O LinkedIn anunciou na última sexta-feira (18) que atingiu a marca de 300 milhões de usuários na rede social. Segundo publicação no blog oficial do site, mais da metade dos membros é proveniente do exterior dos Estados Unidos, enquanto 100 milhões são norte-americanos.

De acordo com Deep Nishar, diretor de produtos e experiência do usuário do LinkedIn, o serviço espera atingir de vez o "momento mobile" até o final deste ano. Atualmente, 15 milhões de visualizações de perfis, 1,45 milhões de visualizações de vagas de emprego e 44 mil inscrições em vagas em 200 países são feitas por celulares ou tablets. Para isso, a rede social espera continuar ampliando seu portfólio mobile, como já fez com o novo aplicativo do SlideShare, ou ainda por meio de parcerias com companhias como Apple, Nokia e Samsung.

Além disso, o texto afirma que o LinkedIn está procurando expandir sua presença global. No começo de 2014, a rede social lançou uma versão simplificada do seu site na China. "Nossa meta é conectar os mais de 140 milhões de profissionais chineses entre si e a força de trabalho global", afirma Nishar.

Em comemoração aos 300 milhões de usuários, o LinkedIn também divulgou um infográfico comparativo com números atuais e de cinco anos atrás. Um dos destaques dele é a diferença de gêneros que, há cinco anos, era majoritariamente masculina, com 61%. Atualmente, 56% dos usuários são do sexo masculino e 44% feminino, o que indica que a rede social está perto de igualar sua base de usuários por gênero.

Além disso, a maioria dos profissionais inscritos na rede social era ligada ao setor de tecnologia, enquanto hoje outras áreas como saúde, construção e educação fazem parte das cinco indústrias com mais presença no site.

Confira o infográfico completo abaixo: