Inglês encontra seu gato perdido usando anúncios no Facebook

Por Redação | 12.09.2012 às 17:04

As pessoas que já perderam seus animais de estimação sabem o drama que é procurá-los. Mas, atualmente, as redes sociais estão aí para ajudar no resgate de gatos e cachorros. O inglês James Woodley viveu esse drama de perto e conseguiu encontrar seu gato Zion com a ajuda de anúncios no Facebook.

Tudo começou no dia 28 de agosto, quando Woodley voltou para casa depois do trabalho e não encontrou mais seu gato. Zion tinha sumido e com a ajuda de sua namorada e do seu colega de quarto, o inglês saiu batendo de porta em porta na sua vizinhança atrás do bichinho.

Então, Woodley decidiu buscar ajuda na internet e criou uma página com o objetivo exclusivo de encontrar Zion no Facebook. De acordo com o Digital Trends, a página continha fotos do gato, informações sobre a cor da sua pelagem , dos seus olhos e também de sua coleira. A publicidade foi geograficamente limitada à área de Chelmsford, Inglaterra.

Página procura gato perdido

James Woodley gastou US$ 18 com dois anúncios no Facebook para encontrar seu gato

A página ainda informava que Zion possuía um micro chip e que em sua coleira tinha o número de seu dono registrado.

"Eu comprei dois anúncios, voltados para pessoas em Chelmsford. O Facebook estimou que o alcance dos anúncios era de 60 mil pessoas", afirmou James Woodley ao blog Buddy Media.

Em apenas 30 minutos depois do anúncio entrar no ar no dia 30 de agosto, Woodley recebeu uma mensagem através de sua página de uma mulher que tinha encontrado Zion. A mulher enviou seus contatos para o dono do gato e informou que tinha visto Zion vagado por uma estrada na mesma região.

Woodley e seus amigos se dirigiram para a região indicada pela mulher e depois de vasculharem o perímetro e chamarem por Zion por alguns minutos, eles puderam avistá-lo parado próximo ao um barranco.

E depois de encontrar seu bichinho de estimação, James Woodley aconselhou todas as pessoas a utilizar o Facebook e outras redes sociais para procurar por seus animais. Além disso, ele disse que os US$ 18 (cerca de R$ 36) gastos com os anúncios, foram os dezoito dólares mais bem empregados em sua vida.