Mesmo sem pedir permissão, Facebook usará dados pessoais do usuário em anúncios

Por Redação | 03 de Setembro de 2013 às 17h59

Quanto mais criticado por invadir a privacidade alheia, mais o Facebook se aprimora nesse quesito. Na última segunda-feira (02), a rede social propôs uma alteração em sua Política de Uso de Dados, e agora o nome e imagem do perfil do usuário podem ser utilizados pela empresa para promover anúncios, sem necessidade de autorização prévia.

"Você nos dá permissão para usar o seu nome e imagem do perfil, seu conteúdo e informações em conexão com conteúdos comerciais, patrocinados ou relacionados (como uma marca que você gosta)", diz o novo texto de acordo com o TechLand. "Isso significa, por exemplo, que você permite que uma empresa ou entidade nos pague para exibir o seu nome e/ou foto de perfil com o seu consentimento, sem qualquer compensação para você".

Na última semana, um juiz dos Estados Unidos determinou que o Facebook deve pagar US$ 20 milhões em indenização para usuários que tiveram seus nomes relacionados às "Histórias Patrocinadas" da rede social. Enquanto o processo estava rolando na justiça, os usuários do Facebook tinham a opção de permitir ou não que seus dados fossem utilizados em anúncios.

Agora que o caso está encerrado, parece que o Facebook quer ter certeza de que todos os usuários da rede social consentem em ter seu nome e foto do perfil usado nas Histórias Patrocinadas.

Se você não gostou da mudança, o Facebook abriu um debate sobre o assunto em sua página que fala a respeito das regulamentações da rede social.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.