Homem é preso depois de tentar vender seu próprio neto no Facebook

Por Redação | 29.04.2013 às 06:50
photo_camera Blog Kawanamu

As autoridades indianas prenderam um homem de 47 anos que tentou vender seu próprio neto recém-nascido a um empresário local. Feroz Khan, que mora em uma cidade próxima a Nova Deli, foi acusado de raptar o bebê pouco depois dele ter nascido, no início do mês.

Os dois homens chegaram a um acordo sobre a venda da criança por meio do Facebook, e o avô aparentemente teve a ajuda de dois funcionários do hospital contratados por ele para encontrar um comprador e arranjar o negócio. A venda seria feita por 45 mil rúpias (cerca de R$ 1.600), mas os policiais indianos conseguiram interceptar a transação e prender os envolvidos.

"Todas as três pessoas que conspiraram para vender a criança foram presas e iremos interrogar o empresário que pagou o dinheiro para comprar o bebê", disse Satish Malhotra, o policial que está chefiando a investigação do caso.

O bebê foi devolvido para a mãe, que apresentou uma queixa contra seu próprio pai, autor do rapto. Os três suspeitos foram acusados de sequestro e podem pegar até sete anos de prisão se forem considerados culpados.

Leia também: Mulher é presa depois de tentar vender seus próprios filhos no Facebook