Siga o @canaltech no instagram

Grupos de defesa da privacidade tentam barrar compra do WhatsApp pelo Facebook

Por Redação | 10 de Março de 2014 às 08h45
Divulgação
Tudo sobre

Facebook

Saiba tudo sobre Facebook

Ver mais

Segundo informações do Business Insider, dois grupos de defesa da privacidade entraram com uma reclamação formal junto à Federal Trade Comission, órgão equivalente ao Cade brasileiro, para barrar a compra do WhatsApp pelo Facebook no valor total de US$ 19 bilhões.

Os grupos, o Electronic Privacy Information Center e o Center for Digital Democracy, afirmaram que a política de privacidade do WhatsApp não é compatível com a do Facebook e que a rede social tem um longo histórico de violar a privacidade de seus usuários. De acordo com a reclamação, o WhatsApp tem "um forte comprometimento com a privacidade do usuário", enquanto a rede social de Mark Zuckerberg coleta e armazena "todos os dados disponíveis de todos os usuários do serviço".

Em resposta, o Facebook informou que os usuários do WhatsApp não devem se preocupar, já que, no momento, as duas empresas operam de maneira independente. Um porta-voz da rede social afirmou ainda que o mensageiro "continuará honrando seu comprometimento com a privacidade e segurança".

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Para ler a reclamação na íntegra (em inglês), clique aqui (PDF).

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.