Grupos de defesa da privacidade tentam barrar compra do WhatsApp pelo Facebook

Por Redação | 10 de Março de 2014 às 08h45
photo_camera Divulgação

Segundo informações do Business Insider, dois grupos de defesa da privacidade entraram com uma reclamação formal junto à Federal Trade Comission, órgão equivalente ao Cade brasileiro, para barrar a compra do WhatsApp pelo Facebook no valor total de US$ 19 bilhões.

Os grupos, o Electronic Privacy Information Center e o Center for Digital Democracy, afirmaram que a política de privacidade do WhatsApp não é compatível com a do Facebook e que a rede social tem um longo histórico de violar a privacidade de seus usuários. De acordo com a reclamação, o WhatsApp tem "um forte comprometimento com a privacidade do usuário", enquanto a rede social de Mark Zuckerberg coleta e armazena "todos os dados disponíveis de todos os usuários do serviço".

Em resposta, o Facebook informou que os usuários do WhatsApp não devem se preocupar, já que, no momento, as duas empresas operam de maneira independente. Um porta-voz da rede social afirmou ainda que o mensageiro "continuará honrando seu comprometimento com a privacidade e segurança".

Para ler a reclamação na íntegra (em inglês), clique aqui (PDF).

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.