Garota que abriu ações do Twitter na Bolsa é ativista contra escravidão infantil

Por Redação | 08 de Novembro de 2013 às 15h24
photo_camera Divulgação

Após meses de espera, o Twitter finalmente fez sua estreia na Bolsa de Valores de Nova York, na manhã desta quinta-feira (7). A rede social entrou bem no mercado de ações, que dispararam 92% ao longo do primeiro dia de negociação.

E não foi só a chegada do microblog na bolsa que chamou atenção no evento. Além do cofundador da empresa, Evan Williams, e Cheryl Fiandaca, do Departamento de Polícia de Boston, participaram da cerimônia de estreia duas figuras inusitadas: o ator Patrick Stewart (Star Trek e X-Men), e da jovem estudante Vivienne Harr, que não é filha de nenhum acionista ou investidor da companhia. Então, afinal: quem é ela e por que o Twitter a escolheu?

Vivienne Harr

A menina que tocou o sino de abertura das ações da rede social é uma ativista mirim conhecida nos Estados Unidos pela luta contra a escravidão infantil, como informa o Radar Tecnológico. Em 2012, os pais da garota mostraram uma foto de duas crianças no Nepal carregando pedras nas costas e explicaram melhor o assunto. A partir daí, Vivienne, que tem apenas 9 anos de idade, decidiu criar uma pequena banca de limonada para juntar dinheiro e doá-lo a uma organização que ajuda no combate do trabalho escravo infantil.

Não demorou muito para a ideia cicular pelo mundo e aumentar os negócios da jovem. No início, cada limonada custava US$ 2 (cerca de R$ 4,50), mas as pessoas começaram a pagar o valor que elas quisessem pela bebida – um dos colaboradores enviou um cheque de US$ 1 mil. A menina montou um estande na Times Square, em Nova York, até atingir sua meta inicial de arrecadar US$ 100 mil.

Desde o lançamento da limonada "Make A Stand", que hoje está disponível em 70 lojas no oeste dos Estados Unidos, Vivienne e sua família já levantaram US$ 1 milhão, cujos US$ 500 mil serão doados a entidades que ajudam crianças em todo o mundo.

Vivienne Harr

Depois de participar da abertura do Twitter na Bolsa, a garota fez um agradecimento em sua conta no Instagram, como relata o The Next Web. "Obrigado por me convidarem para este dia especial. Porque (com o Twitter) você não precisa ser conhecido ou poderoso para mudar o mundo", disse.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.