Facebook vai 'obrigar' usuários a migrarem para o Messenger no celular

Por Redação | 29 de Julho de 2014 às 12h01
photo_camera Divulgação

Você utiliza o Facebook pelo tablet ou celular para conversar com os seus amigos? Então fique de olho: nos próximos dias, a rede social vai "obrigar" que donos de aparelhos com sistema operacional iOS ou Android utilizem o Facebook Messenger para o envio de mensagens privadas.

A estratégia da empresa é fazer com que os usuários de dispositivos móveis, em vez de abrirem o aplicativo do próprio Facebook, migrem para o Messenger toda vez que quiserem conversar com alguém em particular através de um tablet ou smartphone. A mudança já havia sido anunciada por Zuckerberg em novembro de 2013 sob a justificativa de que os chats do Facebook são uma das funções mais utilizadas da rede, mas dentro de seus aplicativos móveis eram vistos como uma opção secundária e fora de destaque.

Em abril deste ano, a companhia reforçou sua posição depois de começar a testar essa obrigatoriedade na Europa, justamente para preparar os internautas à nova maneira de utilizar as ferramentas. De acordo com o site TechCrunch, o experimento alcançou "resultados positivos" e agora se tornará oficial para todos os usuários da plataforma, que só poderão acessar a função de bate-papo pelo app mensageiro instantâneo, enquanto o software principal funcionará exclusivamente para interações dentro da rede social.

Em breve, a companhia irá enviar um e-mail para os utilizadores do Messenger avisando da mudança, indicando que o app se tornará por padrão o serviço de mensagens instantâneas do Facebook. "Nos próximos dias, continuaremos a notificar ainda mais pessoas, dizendo que se elas quiserem enviar e receber mensagens de seus contatos no Facebook, elas terão que baixar o app Messenger. Como dissemos, nosso objetivo é focar os esforços da nossa equipe de desenvolvimento no Messenger para garantir que seja a melhor experiência mobile de chat", disse o Facebook em comunicado oficial.

Facebook Messenger

Com visual mais limpo, Facebook Messenger é 20% mais rápido que o app tradicional da rede social. (Foto: Divulgação/App Store)

Há quem desaprove essa migração por achar mais fácil ter todas as funções em um único aplicativo, mas a entidade garante que o Messenger é a ferramenta ideal para conversar devido a sua simplicidade e rapidez - ele funciona em velocidade 20% maior do que o app tradicional da companhia. Segundo a empresa, a separação dos dois serviços só irá afetar usuários do app no iPhone e no Android - pelo menos por enquanto. Quem utiliza o Facebook em versões de iPad, Windows Phone e PC continuará tendo acesso à aba de bate-papo dentro da rede social. Nessas plataformas, a migração deve acontecer nos próximos meses.

O Facebook Messenger possui atualmente mais de 200 milhões de usuários que enviam 12 bilhões de mensagens por dia através do aplicativo. Aqui no Brasil, ele é o segundo app de mensagens mais usado, presente em 49% dos smartphones, segundo um levantamento da empresa de pesquisas OnDevice publicado em novembro do ano passado. O mesmo relatório constatou que em primeiro lugar está o WhatsApp, que também pertence ao Facebook, com 72% de presença nos celulares inteligentes do país.

Leia também:

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.