Facebook revela suas apostas para o futuro

Por Redação | 27 de Março de 2015 às 12h18
photo_camera Divulgação

Durante a sua conferência para desenvolvedores F8, o Facebook anunciou uma série de novidades. No começo desta semana, o diretor técnico da empresa, Mike Schroepfer, começou sua apresentação falando que estava lá para falar sobre o futuro.

Durante a semana, a rede social revelou uma série de produtos de alta tecnologia envolvendo drones, inteligência artificial com poder de aprendizagem e também deu muitas explicações sobre como o Oculus Rift vai se encaixar na plataforma da rede social.

Para explicar melhor os planos do Facebook, Schroepfer definiu três prioridades fundamentais para a empresa ao longo dos próximos anos:

Realidade Virtual

O CTO comparou Battlezone para o Atari 2600, de 1980, com uma demonstração de EVE: Valkyrie, um simulador de nave espacial intenso que nasceu como um conceito para demonstrar o que o Oculus Rift era capaz de fazer.

"O que diabos isso tem a ver com o Facebook?", Schroepfer perguntou a si mesmo, dando voz à pergunta que vem na mente de todos desde que o Facebook comprou a Oculus no início do ano passado por US$ 2 bilhões.

O executivo explicou que a realidade virtual é apenas mais uma maneira de conectar as pessoas. "Eu gostaria que todo mundo pudesse ser teletransportado para esse momento", exemplificou Schroepfer se referindo a impossibilidade de muitas pessoas estarem com sua família ou amigos em ocasiões importantes devido à distância.

Oculus Rift

Conectividade

Schroepfer destacou que deixar as pessoas conectadas é uma tarefa realmente difícil. Ele estava se referindo aos países em desenvolvimento, onde nem sempre o retorno sobre investimento para as empresas de telecomunicações justifica o cabeamento dessas regiões.

Para tentar oferecer uma alternativa a esses locais, o Facebook vai oferecer uma solução que vem do céu. Na F8, o executivo falou a respeito do Aquila, um drone conectado à internet com a envergadura de um Boeing 737 (28,3 a 34,3 metros), mas pesa menos do que um carro pequeno. A ideia é que o Aquila sobrevoe países em desenvolvimento para polvilhar o acesso à web. Ele afirmou que ainda neste ano veremos mais informações sobre o projeto.

Possivelmente, o Aquila funcionará como uma espécie de Project Loon, do Google, que usa balões para levar conexão de internet para áreas remotas

Aquila Facebook Drone

Imagem: Reprodução / Engadget

Inteligência Artificial

A inteligência artificial geralmente é entendida como uma forma de ajudar empresas a arquivar todos os dados de uma forma que possa ser útil para o ser humano. "Você pode começar a criar uma compreensão mais profunda sobre aquilo que está no conteúdo", explicou.

O problema é que os computadores ainda não são bons o suficiente em identificar os elementos de uma foto, por exemplo. Pesquisadores do Facebook estão trabalhando arduamente em novos sistemas de inteligência artificial que possam realmente aprender e ser treinados para resolver problemas lógicos básicos, tudo a fim de ajudar a manter o controle dessa enxurrada de fotos, vídeos e conteúdo em geral que geramos todos os dias.

Em suma, essas são as metas do Facebook para os 10 anos, de acordo com o diretor técnico da empresa. "Eu acho que vai ser divertido", finalizou Schroepfer.

Inteligência Artificial Facebook

Fonte: Business Insider

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.