Facebook remove função que dava nome ao Slingshot

Por Redação | 05 de Setembro de 2014 às 17h50
photo_camera Divulgação

O Slingshot é a segunda tentativa do Facebook de ganhar terreno onde seu principal rival, o Snapchat, domina. Agora, porém, a empresa removeu de seu aplicativo uma das poucas características que realmente o tornavam diferente: não é mais preciso enviar uma mensagem de volta para ver as imagens que foram mandadas pelos amigos. As informações são do site The Next Web.

Na verdade, essa opção fica a critério de cada usuário. Com a atualização, que já está disponível e pode ser baixada gratuitamente, o aplicativo passa a perguntar se aquela foto que está sendo compartilhada estará em modo travado ou não. No primeiro, ela depende de uma resposta para aparecer, enquanto o segundo a libera para todos os contatos da lista.

É uma mudança que aproxima bastante o Slingshot de seu principal rival, o Snapchat, atualmente uma das redes sociais mobile mais utilizadas do mundo. Com uma premissa simples – a de mandar fotos com “prazo de validade” para os amigos –, o aplicativo ganhou força principalmente com os jovens, que compartilham momentos mais triviais de seu dia, que não precisariam ser eternizadas no Facebook ou Instagram, por exemplo. Isso sem falar nas fotos picantes que também se tornaram febre entre os usuários.

Por outro lado, é preciso lembrar que a própria empresa de Mark Zuckerberg já disse que a intenção por trás do Slingshot não era a de criar um rival para o Snapchat, e sim de adicionar mais uma novidade ao rol de aplicações da rede social. Com a tendência de separação de serviços integrados ao Facebook, este seria mais um deles, ao lado de outros como o Messenger e o Instagram, por exemplo.

Fica, agora, a dúvida se a mudança realmente vai ajudar o Slingshot a crescer como Zuckerberg gostaria, ou se a supremacia do Snapchat vai permanecer. Pelo que parece, apenas o acesso mais rápido a uma lista maior de amigos parece não estar sendo suficiente para que os usuários troquem uma opção já consolidada por outra que ainda luta para se firmar.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.