Facebook quer que você faça uma doação para combater o Ebola

Por Redação | 06 de Novembro de 2014 às 12h20

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, fez uma generosa doação de US$ 25 milhões no mês passado para combater a epidemia de Ebola que assola a África. Mas o fundador da rede social não quer parar por aí e, nesta quinta-feira (06), adicionou um recurso ao Facebook que incentivará seus mais de 1,3 bilhão de usuários a contribuírem com o combate à epidemia. As informações são do Re/Code.

Um botão na parte superior do feed de notícias incentivará o usuário a realizar uma doação para ajudar no esforço de acabar com o Ebola. Após realizar a doação, o Facebook irá permitir que você compartilhe a notícia com seus amigos, na esperança que a mensagem ganhe mais força, conforme explica Naomi Gleit, vice-presidente de gerenciamento de produto do Facebook.

Facebook botão

O botão ficará disponível por uma semana e os usuários poderão direcionar seu dinheiro para três instituições de caridade diferentes: Cruz Vermelha Americana, International Medical Corps e Save the Children.

A empresa também realizará a doação de 100 hotspots sem fio para regiões no Guiné, Libéria e Serra Leoa, onde os socorristas estão localizados. Estes dispositivos fornecerão serviços de voz e dados, segundo afirma Chris Daniels, vice-presidente do projeto Internet.org, iniciativa do Facebook para manter áreas remotas e com poucos recursos conectadas à internet.

Além da doação financeira que o Facebook ajudará a gerar, a empresa também utilizará sua tecnologia de anúncios para segmentar usuários específicos com materiais educativos sobre o Ebola. Por exemplo, usuários da rede social na Serra Leoa verão mensagens explicativas da UNICEF, que devem ajudar no esclarecimento da população.

Embora o Ebola seja o foco atual do recurso, o Facebook pretende ampliar e aprimorar esforços similares em todo o mundo para que as ajudas humanitárias sejam frequentes. Segundo Gleit, "esta é uma parte de um esforço maior para fazer mais no futuro".

Esta não é a primeira vez que o Facebook solicita ajuda dos usuários. Depois do tufão Haiyan atingir as Filipinas no ano passado, a rede social levou os usuários a fazerem doações para organizações de ajuda humanitária.

Quando Mark Zuckerberg compartilhou a informação que havia realizado uma doação expressiva, seu post na rede social quase superou a marca de 300 mil curtidas.

Recentemente, o bilionário e ex-presidente na Microsoft, Bill Gates, realizou uma doação de US$ 500 milhões para o combate de epidemias no mundo todo. Segundo ele, "o Ebola é um chamado para agir".

Dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) no final de outubro mostram que 4.951 pessoas já morreram de ebola desde o início do atual surto da doença, no início deste ano. Desde então, 13.567 pessoas foram contaminadas pelo vírus.

Fonte: http://recode.net/2014/11/06/facebook-prompts-users-to-donate-to-fight-ebola/http://www.tribunadabahia.com.br/2014/10/31/epidemia-de-ebola-ja-atingiu-13567-pessoas-ja-matou-4951-pessoas

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.