Facebook quer peitar o LinkedIn com nova rede corporativa Facebook at Work

Por Redação | 17.11.2014 às 10:51 - atualizado em 17.11.2014 às 13:22

O Facebook já é uma ferramenta bastante utilizada durante o expediente, seja para fins de divulgação ou procrastinação, mas agora a rede social de Mark Zuckerberg parece estar planejando sua entrada definitiva no mercado corporativo. Segundo o Financial Times, a ideia da rede social é competir diretamente com o LinkedIn e entregar uma ferramenta voltada para a colaboração e criação de contatos profissionais - só que tudo baseado em uma interface que todos já conhecem e estão acostumados a usar.

O Facebook at Work, como vem sendo chamado de forma provisória, seria uma rede social independente, desconectada do perfil do Facebook "normal". Ou seja, nenhuma das informações de uma rede estaria disponível na outra, o que é uma boa iniciativa para que os usuários não tenham que se preocupar em filtrar fotos familiares ou privadas de seus contatos profissionais. Porém, funções como troca de mensagem, upload de imagens e a linha do tempo de maneira geral também estariam disponíveis na nova rede.

Apesar da semelhança, o grande diferencial do Facebook at Work é a presença de ferramentas voltadas diretamente para o trabalho, como o compartilhamento de documentos e a possibilidade de colaboração direta neles. Sendo assim, o Facebook, além de cutucar o LinkedIn, também poderia se tornar uma alternativa a outros serviços, como o Google Drive e o Office, por exemplo.

Outra grande diferença é a ausência de publicidade, o que pode indicar que a empresa está buscando um modelo premium baseado em assinaturas ou licenças empresariais. Por outro lado, um lançamento gratuito poderia transformar o Facebook At Work em uma ferramenta interessante para as corporações justamente por ser baseada em uma infraestrutura conhecida.

Ainda de acordo com o FT, os funcionários do Facebook já estariam utilizando o “at Work” internamente em seu cotidiano. O projeto, como um todo, ainda é um piloto nos escritórios de Londres, na Inglaterra, mas não teria lançamento marcado. Nem mesmo um Beta público estaria sendo planejado.

Atualmente, a rede social já possui um braço ligado ao mundo empresarial, o Facebook for Business, voltado para a publicação de anúncios e análises de métricas de usuários.