Facebook promete mudar sua política de nomes reais para perfis

Por Redação | 02 de Outubro de 2014 às 11h40
photo_camera Gawker

O Facebook está prestes a revisar uma de suas políticas mais polêmicas: a de exigir nomes reais na criação de perfis de usuário. De acordo com o All Facebook, o motivo é a insatisfação de muitos de seus usuários, incluindo a comunidade LGBT. No mês passado a rede social de Mark Zuckerberg apagou dezenas de perfis de drag queens e outros artistas que não costumavam usar seus nomes de batismo e sim seus nomes artísticos na rede social.

Revoltados com a atitude, muitos desses usuários migraram para uma nova rede social, a Ello, que atualmente está em fase de testes e só permite a entrada mediante convites. Parte do estrondoso sucesso recente da Ello se deve justamente a essa migração em massa de membros da comunidade LGBT.

Preocupados com a perda de usuários, o Facebook pediu desculpas a todos os usuários afetados pela política de nomes reais e prometeu "consertar a forma como lida essa política". Em reunião na sede da empresa com funcionários da rede social, autoridades da cidade de São Francisco e membros do Transgender Law Center, foram anunciadas medidas como o aprimoramento das técnicas de distinção entre perfis falsos e perfis de artistas que usam seus nomes artísticos na rede.

"O que ficou claro hoje é que o Facebook está pronto para colaborar com nossas comunidades e compartilhar nosso valor de garantir que todos possam ser seu eu autêntico online", informaram os membros do Trangender Law Center, satisfeitos com o resultado da reunião.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.