Facebook pode modificar interface e aparência do Oculus Rift

Por Redação | 26 de Março de 2014 às 15h32

Não demorou nem 24 horas para que os primeiros rumores sobre a aquisição da Oculus VR pelo Facebook começassem a surgir. De acordo com reportagem publicada nesta quarta (26) pelo The New York Times, a rede social estaria disposta a realizar uma reformulação completa do Oculus Rift, transformando seu hardware e interface para melhor abraçar as ideias da empresa.

Entre as modificações estariam um novo sistema, que contaria com a marca e interações com o Facebook, além de mudanças drásticas no design, de forma a torná-lo mais atrativo para o público em geral. A ideia não seria distanciá-lo de sua utilização original, os games, mas sim, permitir que ele seja mais acessível e agradável a outros tipos de público.

As informações, entretanto, vão contra o que o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, disse nesta terça (25) após anunciar a aquisição. Segundo ele, o procedimento aqui seria o mesmo adotado com outras empresas, como o Instagram ou o WhatsApp, que continuaram operando de forma independente e separada da rede social.

Essa ideia foi apoiada também por Palmer Luckey, o fundador da Oculus VR, que em entrevista ao The Verge, também afirmou que a companhia continuaria trabalhando por si própria. As informações colocam um tom de dúvida sobre os relatos publicados pelo The New York Times, ou então, mostram que, pela primeira vez e apesar do que foi informado oficialmente, o Facebook teria sim intenções de trabalhar de forma bem próxima com o Oculus Rift.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!