Facebook permitirá que anunciantes atinjam pessoas que visitaram seus sites

Por Redação | 15 de Outubro de 2013 às 15h30

O Facebook anunciou novas maneiras para que anunciantes alcancem pessoas que visitaram seus sites ou apps e exibam anúncios para estes usuários. A ferramenta já está sendo liberada aos poucos para parceiros do site.

Imagine que você entre em um app no Facebook e comece a personalizar uma bicicleta que você quer comprar. Mesmo que você tenha feito isso apenas por curiosidade e não tenha finalizado a compra por não ter a intenção de realmente comprar o produto, este site será capaz de rastreá-lo e posteriormente exibir um anúncio no seu Feed de Notícias com a mesma bicicleta, para te incentivar a finalizar a compra.

A mesma coisa aconteceria se, por exemplo, você pesquisasse um pacote de viagens ou qualquer outro produto e serviço na rede social. Ao voltar ao seu Feed de Notícias, você seria obrigado a lidar com anúncios personalizados para você.

Em outras palavras, o Facebook inventou mais uma maneira de empresas perseguirem você como consumidor na internet. A função não utiliza ou colhe nenhum dado pessoal seu ou de qualquer usuário, segundo o Facebook. A rede faz uma lista de pessoas que poderiam ver determinado anúncio, mas não exibe essa lista para nenhuma empresa, além de não usar a informação para levantar perfis de usuários, afirma a companhia neste post.

Ainda assim, a novidade volta a levantar questionamentos sobre privacidade na rede. Felizmente, para quem não se sentir confortável com anúncios personalizados "pipocando" em seu feed, haverá a opção de não permitir que seus dados sejam usados para esse tipo de anúncio

Este tipo de propaganda deve chegar também aos smartphones e tablets, além do Facebook web para desktops. Por enquanto, ele está disponível como teste para um número limitado de parceiros, mas será liberado a todos nos próximos meses.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.