Facebook está permitindo que empresas conheçam mais interesses dos usuários

Por Redação | 17 de Outubro de 2012 às 10h20

Uma reportagem publicada pela Adweek no começo desta semana afirma que o Facebook permite que algumas companhias e anunciantes tenham acesso a tudo que os usuários 'curtem' na rede social. Ou seja, se um usuário 'curtir' sua Página, essa marca ou empresa terá acesso às outras opções de 'curtir' daquele usuário.

"O Facebook tem permitido internamente que um número seleto de empresas vejam as afinidades dos seus fãs, tais como suas marcas favoritas, bandas ou programas de TV, de acordo com fontes que têm conhecimento da ferramenta. Esta ferramenta de afinidade da marca, teoricamente, pode permitir que uma empresa como a Macy´s visualize os programas de TV mais populares entre seus fãs no Facebook, o que poderia ser útil no planejamento de mídia", afirmou a reportagem.

Botão Like Facebook

Os dados poderiam ser utilizados no planejamento de mídia das marcas

Além disso, a ferramenta também poderá ser utilizada para descobrir a música do momento ou a canção mais popular entre os fãs da marca e ela ser facilmente usada em uma peça publicitária para televisão ou rádio.

O site CNET fez contato com o Facebook para comentar a denúncia da publicação, porém, um porta-voz da empresa afirmou não ter nada a declarar sobre o assunto. E desde que se tornou uma companhia pública no começo do ano, o Facebook tem se esforçado muito para manter seus anunciantes bem contentes e claro, conseguir aumentar seus rendimentos.

No entanto, a ferramenta pode não ser muito bem vista pelos usuários, que podem considerá-la altamente invasiva e, na última vez que o Facebook tentou vender anúncios com base nos 'curtir', a empresa conseguiu um processo judicial no valor de US$ 20 milhões (cerca de R$ 40 milhões).

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.