Facebook pede desculpas por mostrar foto de menina falecida em retrospectiva

Por Redação | 29 de Dezembro de 2014 às 16h59

Como em todo fim de ano, o Facebook prepara algum aplicativo dentro da rede social para comemorar as conquistas e alegrias dos seus usuários. Mas, em 2014, a companhia de Mark Zuckerberg falhou no seu algorítmo. Na semana passada, Eric Meyer criticou a rede social em seu blog, pois em vez de o aplicativo mostrar os momentos felizes da sua vida em 2014, ele "decidiu" ilustrar a capa da sua retrospectiva com a foto da sua filha que faleceu neste ano.

O site do Washington Post comenta que o que faltou para o Facebook, talvez, foi pensar que 2014 não foi um grande ano para todos, assim como diz o app: "Foi um ótimo ano! Obrigado por fazer parte dele". Na retrospectiva de Meyer, por exemplo, a foto de sua filha está em uma moldura festiva.

Meyer não culpa a rede social pela confusão, pois entende que o que as pessoas querem relembrar no fim de ano são dos momentos de festas, sucessos e viagens. Mas a equipe responsável se esqueceu de quem sofreu com a perda de um ente querido, divórcio, perda de emprego, entre outros fatos. A sugestão de Eric Meyer, que é webdesigner, seria que não fosse criado uma prévia da retrospectiva com imagens pré-selecionadas, afinal, algorítimos e códigos não são tão inteligentes assim.

O gerente de produtos do Facebook, responsável pelo app, Jonathan Gheller, pediu desculpas pela dor causada ao webdesigner pelo aplicativo. "Ele foi ótimo para muitas pessoas, mas claramente, nesse caso, nós levamos a ele tristeza em vez de alegria", afirma.

Gheller ainda relata que o feeedback é válido e que é muito grato pela dedicação de Meyer, que separou um tempo em meio a sua tristeza para comentar sobre a falha em seu blog. Ainda assim, o gerente não disse se os programadores vão levar em conta os seus conselhos. Ele finaliza dizendo que entre os critérios do app, a interação em posts e fotos contam bastante.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!