Segurança: Facebook para Android coleta números de telefone sem consentimento

Por Redação | 02 de Julho de 2013 às 06h20

Nas últimas semanas, Mark Zuckerberg optou por responder pessoalmente aos relatos da imprensa a respeito da relação do Facebook com o programa de espionagem PRISM. O CEO alega que sua rede social nunca fez parte de qualquer programa que ofereça acesso direto do governo aos seus servidores. Porém, o aplicativo do Facebook para Android não parece ser tão "discreto" quanto o presidente da companhia diz.

A versão mais recente do antivírus da Symantec, o Norton, para dispositivos móveis com sistema operacional do Google foi lançada na última quarta-feira (26) e, logo de cara, sinalizou o aplicativo do Facebook como um risco à privacidade do usuário. A empresa de segurança explicou por meio de um post oficial que sua ferramenta utiliza a tecnologia Mobile Insight para detectar automaticamente aplicativos maliciosos.

O novo Norton Mobile Security descobriu que assim que o usuário inicia o aplicativo do Facebook em seu Android, antes mesmo que ele faça o login, o número de seu telefone é enviado para os servidores da rede social. Não é preciso que o usuário forneça seu número de telefone, faça o login, ou sequer tenha uma conta no Facebook para que isso aconteça. Basta apenas iniciar o aplicativo em seu dispositivo móvel para que o número seja enviado.

A Symantec entrou em contato com o Facebook para questioná-lo a respeito do problema, e a empresa prometeu corrigi-lo na próxima atualização do aplicativo. A rede social afirmou ainda que não utilizou os números de telefones vazados pelo app, e que eles já foram apagados de seus servidores.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.