Facebook nega acusações de censura a conteúdos políticos

Por Redação | 28 de Junho de 2013 às 15h10

Em meio às diversas manifestações que acontecem em todo o território nacional, alguns usuários do Facebook acusaram a rede social de censurar determinados conteúdos postados desde a semana passada. Entre os temas supostamente bloqueados pela rede de Zuckerberg estão mensagens que mencionam 'forças armadas', 'exército' e 'força nacional'.

Devido à grande repercussão das acusações de censura, o Facebook se manifestou oficialmente por meio de um comunicado explicando que não retira nenhum conteúdo do ar, a menos que ele viole seus Termos de Uso. A empresa explica ainda que "a esmagadora maioria do conteúdo é revisada manualmente" e que protege todas as formas de expressão que sejam postadas em conformidade com seus termos.

Censura no Facebook

Ainda de acordo com o Facebook, os sistemas automatizados são utilizados apenas em casos restritos, como spam, por exemplo. Sendo assim, os casos de denúncia e não cumprimento dos termos são analisados individualmente. Na última semana, alguns usuários relataram que, ao postar mensagens com os termos descritos no início deste artigo, eram desconectados do site e precisavam reconhecer as fotos de alguns amigos para se conectar novamente. Isso caracteriza um reconhecimento de identidade, geralmente destinado a casos de suspeita de spammers. Talvez o uso dos termos por inúmeras vezes possa ter acionado o sistema automático que detecta ações desse tipo.

Confira o trecho do comunicado em que o Facebok explica os procedimentos padrões de análise de conteúdo:

"Não removemos conteúdos com base no número de denúncias recebidas: temos uma infraestrutura robusta de denúncia que inclui links para reportar páginas que estão no Facebook e também um time de revisores altamente treinados para avaliar esses casos. Quando um conteúdo é denunciado, ele só é removido se violar nossos Termos de Uso. É importante esclarecer que não retiramos conteúdos com base no número de pessoas que reportaram algo.

Em quase todos os casos, revisamos manualmente todas as denúncias e não temos sistemas automatizados que removem discursos políticos: para proteger milhões de pessoas que se conectam e compartilham informações diariamente no Facebook, a esmagadora maioria do conteúdo é revisada manualmente. Utilizamos sistemas automatizados apenas para um número muito limitado de casos, como, por exemplo, spam. Nestas situações, a automação é usada com mais frequência para que possamos priorizar os casos que precisam de revisão manual, mas isto não a substitui".

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.