Facebook lança sistema de publicidade baseado na localização do usuário

Por Redação | 09.10.2014 às 14:14

Na última terça-feira (8), o Facebook abriu um novo recurso para a publicidade local, que permite que os anúncios publicados sejam direcionados a potenciais consumidores baseado no fato de eles passarem próximo ao seu negócio. O anúncio pode aparecer no feed do Facebook ao mesmo tempo que você está nas redondezas, ou algum tempo depois.

O direcionamento localizado pode ajudar empresas de pequeno porte no Facebook a chegar a um maior número de potenciais clientes, dando à rede social uma nova faixa de mercado. Desde o ano passado, algumas pequenas empresas têm visto a diminuição de sua exposição no site, já que o Facebook tem alterado a maneira como as páginas são promovidas. A publicidade hiper-localizada pode ajudar a remediar isso.

Além disso, a visualização de um anúncio por um grande número de pessoas é mais importante para as pequenas empresas físicas – não-online – do que o número de cliques que um anúncio recebe, comentários ou "likes" no Facebook. Ao descrever o novo formato de anúncio, o Facebook diz tê-lo projetado "para ajudar as empresas a alcançar o maior número de pessoas possível em uma área geográfica específica".

A localização já é utilizada na determinação de público para o direcionamento de anúncios no Facebook, já que as empresas podem optar por disponibilizar informações como cidade natal em seus perfis. Mas a adição de dados de localização de celulares ao sistema poderá ajudar o Facebook a atingir o pioneirismo em algo que muitas empresas de tecnologia estão tentando atingir ultimamente: a distribuição de informações e anúncios de acordo com sua relevancia contextual.

O direcionamento funciona através dos serviços de localização disponíveis nos dispositivos móveis. As empresas fornecem ao site seu endereço físico e um raio geográfico em torno do qual eles querem anunciar. O Facebook, então, encontra usuários que estejam nas proximidades, ou que recentemente estiveram dentro desse raio. É possível refinar ainda mais o direcionamento para atingir, por exemplo, apenas as pessoas de uma certa idade ou sexo.

Caso você esteja preocupado com sua privacidade, o Facebook afirma que não vai identificar os usuários por nome para os anunciantes. E se os serviços de localização não forem habilitados pelo usuário no telefone, os anúncios baseados em localização não vão aparecer.

Dada a complexidade do atual aplicativo do Facebook para dispositivos móveis e sua gama de recursos, muitos usuários podem estar transmitindo sua localização sem ter consciência disso. No início deste ano, o Facebook lançou um recurso opcional chamado "Amigos Próximos", que permite aos usuários continuamente transmitirem sua localização para seus amigos. Ao usar esse recurso, informações potencialmente importantes para os anunciantes se acumulam no histórico de localização do usuário.

Os usuários podem alternar suas configurações de serviços de localização e excluir itens individuais do seu histórico de localização, dentro do aplicativo do Facebook, clicando neste link.

Os painéis de controle de configuração dos dispositivos com Android e iOS também permitem que o usuário defina suas preferências de privacidade de localização.

Fonte: http://www.pcworld.com/article/2719552/facebooks-locationbased-ads-can-pitch-you-on-the-store-you-just-walked-by.html#tk.rss_all