Facebook informa ter tirado posts do ar para evitar bloqueio no Brasil

Por Redação | 03.10.2013 às 20:54

Na última quarta-feira (02/10), o Facebook recebeu uma notificação do Tribunal de Justiça de São Paulo que poderia tirar a rede social do ar no Brasil devido a um pedido até então não atendido de remoção de publicações ofensivas. As mensagens em questão eram da modelo e apresentadora Luize Altenhofen nas quais acusava o dentista Eudes Gondim Jr. de ter agredido seu cachorro. No entanto, no início da noite de hoje o Facebook informou que removeu os 22 posts que geraram a polêmica.

"Uma vez informado o conteúdo ilegal em questão, a ordem judicial foi cumprida", afirmou o Facebook Brasil em nota, de acordo com o UOL.

Entretanto, o site informa que o Tribunal de Justiça de São Paulo ainda não registrou o recebimento de nenhum ofício sobre a ação ou sequer a existência do documento.

Apesar das acusações da apresentadora, Eudes afirma que o cão da raça Pit Bull invadiu seu jardim e ameaçou sua família. Portanto, ele o afastou com uma barra de ferro, e as pancadas causaram convulsões no animal. Após isso, no mesmo dia, Luize arrebentou o portão da casa do dentista com sua caminhonete.

Segundo a Folha de S. Paulo, o advogado Celso de Faria Monteiro, que representa o Facebook Serviços Online do Brasil Ltda, afirmou que “após contato mantido com os patronos do autor [advogado Paulo Esteves, que representa Eudes Gondim Júnior], foram identificadas as URLs, isto é, os endereços eletrônicos específicos do conteúdo que, por ora, entende-se serem ofensivos e portanto objeto da ordem judicial”. Sendo assim, "já não estão mais disponíveis e não podem ser visualizadas”.