Facebook ganha patente para novo tipo de publicidade focada em usuários "VIPs"

Por Redação | 19 de Fevereiro de 2015 às 15h53
photo_camera NDTV

O Facebook recebeu nesta semana a patente para um novo formato de post patrocinado para marcas que deverá focar nos usuários considerados "especialistas" e "influenciadores" dentro da rede social. Apelidada de "Identificando especialistas e influenciadores em uma rede social", a patente foi pedida pelo diretor de publicidade do Facebook, Andrew Bosworth, em 2011, mas só agora foi garantida à empresa.

O novo modelo se baseia na ideia de que usuários "VIPs" do Facebook são os responsáveis por picos de interação quando postam sobre, curtem, compartilham ou interagem com produtos e marcas dentro da rede social, atraindo um número muito maior de usuários para o post patrocinado e aumentando a exposição total do anunciante.

De acordo com o Tech Crunch (via PatentYogi), a patente permite ao Facebook identificar quais são os usuários que fizeram um post "bombar", levando a um aumento súbito de interações desse conteúdo após interagirem com ele. Os primeiros seriam os usuários "especialistas", que identificam algo interessante em primeiro lugar e postam sobre isso. Em seguida, vêm os usuários "influenciadores", que são responsáveis por identificar os posts dos "especialistas" e compartilhar o conteúdo, fazendo com que ele exploda entre outros usuários. Com isso, a rede social pode cobrar mais caro para marcas que quiserem focar seus posts patrocinados nestes usuários "VIPs", já que a capacidade de impacto deles seria mais alta.

O Facebook não é a primeira empresa a criar um sistema que privilegia usuários influenciadores na publicidade, mas este parece ser mais inteligente do que o de concorrentes como Google, Yahoo ou Microsoft. Enquanto o modelo destas três empresas se baseia principalmente no número de seguidores de cada usuário para definir quem é ou não influente, o método do Facebook levará em consideração a quantidade de vezes que o conteúdo de um usuário é re-compartilhado por outros – o que mostra não só alcance, mas que o usuário "VIP" realmente tem um impacto na sua audiência. Em tese, até um usuário com uma base pequena de seguidores pode ter um impacto grande, caso muitas pessoas sejam impactadas e compartilharem o que ele fala ou posta dentro do Facebook.

Na patente, a rede social também explica que o sistema pode ainda utilizar diferentes níveis de "granularidade" para selecionar um usuário influente: é possível identificar um usuário influente ou especialista quando o assunto é "câmeras digitais", ou "câmeras digitais reflex monobjetivas", ou até "câmeras digitais reflex monobjetivas da Canon", por exemplo.

Ainda não há previsão de quando o sistema deve começar a ser implementado na rede social, mas a expectativa é que usuários nem notem a diferença: basta estar dentro do Facebook e ser uma pessoa influente em determinado tema que você poderá ser alvo do novo modelo de publicidade.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.