Facebook surpreende analistas com balanço do primeiro trimestre de 2013

Por Redação | 02.05.2013 às 14:16

O Facebook divulgou os resultados do seu primeiro trimestre fiscal de 2013, encerrado no dia 31 de março, com números acima do esperado pelos analistas de Wall Street. No período, a rede social de Mark Zuckerberg fechou com receita de US$ 1,46 bilhão (R$ 2,9 bilhões), 38% acima dos US$ 1,06 bilhão (R$ 2,1 bilhões) registrados no mesmo período de 2012 e acima dos US$ 1,44 bilhão (R$ 2,8 bilhões) estimados pelos analistas.

O lucro líquido da empresa fechou 7% acima do registrado no mesmo período do ano anterior - de US$ 205 milhões (R$ 409 milhões) para US$ 219 milhões (R$ 437 milhões) no último trimestre. A base de usuários diários da rede social também aumentou em comparação ao quarto trimestre do ano passado, com 665 milhões de usuários diários entre os 1,1 bilhão registrados.

No último trimestre, a receita publicitária do Facebook foi de US$ 1,33 bilhão (R$ 2,6 bilhões), 41% acima do registrado no ano anterior e a receita de pagamentos do período fechou em US$ 256 milhões (R$ 511 milhões). Ao todo, a receita publicitária do Facebook proveniente de celulares aumentou em 30% com relação ao quarto trimestre de 2012, fechando em US$ 375 milhões (R$ 749 milhões).

Gráficos resultados Facebook Q1 2013

Foto: Divulgação

Ainda no quesito mercado móvel, a empresa afirmou que no primeiro trimestre de 2013 registrou 751 milhões de usuários ativos mensais em smartphones e tablets, um crescimento de 54% ano a ano. Segundo a revista Forbes, o aumento na venda de publicidade móvel deverá agradar os investidores que querem que o Facebook volte mais suas atenções para o rápido crescimento desse mercado.

Gráficos resultados Facebook Q1 2013

Foto: Divulgação

O lançamento do Facebook Home demonstra os reais interesses da companhia no mercado móvel. Em contrapartida, os analistas acreditam que a rede social ainda terá um longo caminho a percorrer no setor móvel, já que sua aplicação Home foi baixada apenas por 500 mil pessoas e o feedback dos usuários não está sendo tão positivo como o esperado.

As ações do Facebook apresentaram 1,22% de queda nas negociações pós-fechamento da Nasdaq, em Nova York, Estados Unidos, ontem (1), cotadas em US$ 27,43 (R$ 54,84).