Facebook exclui imagem de perfil de revista por ser considerada machista

Por Redação | 30.11.2012 às 15:07

O Facebook removeu nesta semana uma imagem considerada "machista" e "degradante" do perfil da revista Zoo Weekly, da Austrália. A revista postou a foto no dia 5 de outubro e o Advertising Standards Bureau, órgão regulador de propaganda no país, solicitou sua remoção.

A foto mostra o corpo de uma mulher de biquíni dividido em duas partes. Na postagem da revista, havia um texto em que solicitava que os usuários da rede social opinassem sobre a seguinte pergunta: "Esquerda ou direita? Mas você deve justificar sua decisão." A ideia da revista era saber qual parte do corpo feminino os homens preferem: seios ou bumbum.

Foto considera machista removida do Facebook

"A mulher (na imagem) aparece sexualizada e como se fosse um objeto", afirmou o órgão regulador de propaganda

"A imagem e a questão postada são pontualmente degradantes e inaceitáveis para as mulheres. A mulher (na imagem) aparece sexualizada e como se fosse um objeto", escreveu o órgão regulador em sua solicitação de remoção da foto.

O grupo ACP, responsável pela edição da revista, afirmou que considera equivocada a decisão de remover a imagem do Facebook, porque o órgão considerou o perfil da revista como uma "ferramenta de marketing". Além disso, a empresa alega que o conteúdo visava aumentar o engajamento dos fãs de sua página.

Também nesta semana, o Facebook removeu a foto de uma moça na banheira por ter confundido o cotovelo da jovem com um mamilo. Na verdade, a rede social caiu em uma pegadinha proposta pelos criadores do Tumblr 'Theories of the Deep Undestanding of Things', que visava testar os reguladores da empresa.