Facebook é processado por usar música do Eminem em comercial sem autorização

Por Redação | 22 de Maio de 2013 às 13h37
Tudo sobre

Facebook

No começo desta semana, o Facebook recebeu a notícia de que estava sendo processado pela Eight Mile Style, controladora das músicas e direitos autorais do rapper Eminem, pelo fato de a música 'Under the Influence' do artista ter sido usada sem autorização em um comercial do Facebook Home para a TV norte-americana. A empresa alega que a rede social infringiu os direitos autorais sobre a canção. As informações são do SlashGear.

O anúncio com a música foi retirado do ar assim que a notícia da ação judicial foi recebida, e a versão que chegou aos canais norte-americanos é completamente diferente. O primeiro anúncio ainda pode ser encontrado no YouTube. A Eight Mile Style teria entrado em contato com a agência responsável pelo comercial, a Wieden+Kennedy, em abril deste ano e teria recebido uma resposta do advogado da empresa, afirmando que não seria possível cumprir as questões de direitos autorais porque a música de Eminem teria sido copiada da canção 'Give In To Me' de Michael Jackson, lançada em 1991.

A Wieden+Kennedy, por sua vez, já havia utilizado outra música do rapper (dessa vez com autorização) em um comercial da Chrysler, em 2011. No entanto, ao invés de responder à acusação de quebra de diretos autorais, a agência afirma que não pode cumprir com essas regras já que a música em si também infringe outros direitos autorais. "Eu achei isso tão arrogante, depois deles terem trabalhado tão bem na campanha da Chrysler com o Eminem, agora eles querem dizer que Dr. Dre roubou essa canção do Michael Jackson", afirmou Joel Martin, da Eight Mile Style, em tom de indignação.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Por outro lado, a agência de publicidade também alega que a trilha sonora da propaganda do Facebook Home "simplesmente não é similar substancialmente" à música citada na ação. Por enquanto, o Facebook não se pronunciou publicamente sobre o caso.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.